Páginas

Pesquisar este blog

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Festa do Peão de Barretos 2019: com 50 shows em 2 palcos, rodeio ganha clima de festival de música
Ivete Sangalo, Aline Barros, Kevinho e Alok se juntam a Gusttavo Lima, Simone & Simaria e 'Amigos'. Maior evento do gênero na América Latina acontece de quinta-feira (15) a domingo (25).
Por G1 Ribeirão Preto e Franca
A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e barba
Foto: Rafa Mattei/Pedro Molinos/Érico Andrade/Vinicius Mochizuki/Ricardo Nasi
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre
Foto 2: Érico Andrade/G1
Começa nesta quinta-feira (15) a 64ª edição da Festa do Peão de Barretos. Principal vitrine da música sertaneja e da cultura caipira, o Parque do Peão é também uma espécie de templo para peões e amazonas. Por ele, segundo os organizadores, devem passar um milhão de pessoas até domingo (25).
Ao vivo, o G1 transmite os shows do palco Arena, a partir das 23h.
Nesta edição, a festa comemora os 40 anos da montaria em touros no país e tem clima de festival de música brasileira. É que a programação, com mais de 50 shows nos dois principais palcos, contempla artistas do gospel ao sertanejo.
Confira a programação completa da festa
O axé de Ivete Sangalo e Léo Santana, o pagode de Ferrugem, o eletrônico de Alok, o funk de Kevinho e Dennis DJ, o forró de Mano Walter e as canções de fé de Aline Barros se misturam ao sertanejo pop de Gusttavo Lima e Matheus & Kauan, ao romantismo de Bruno & Marrone e Jorge & Mateus e aos clássicos de Matogrosso & Matias e do Trio Parada Dura.
Pela primeira vez, a Festa do Peão tem duas mulheres como embaixadoras. Simone & Simaria foram escolhidas as representantes do rodeio. Elas integram o line-up pela quarta vez consecutiva.
Mas um show promete inserir um novo capítulo especial na história de Barretos: o encontro de Zezé Di Camargo & Luciano, Chitãozinho & Xororó e Leonardo no “Amigos”. A última vez que eles se apresentaram juntos na arena do Parque do Peão foi em 1998, após a morte de Leandro, em junho daquele ano.
Holofotes para o rodeio
O tradicional show de encerramento, no último domingo, foi retirado da programação. As apresentações ocorriam no intervalo das finais da montaria em touros.
Segundo o presidente Ricardo Rocha, a estratégia surgiu para deixar o último dia, quando acontecem as provas com prêmios mais valiosos, voltado exclusivamente ao rodeio. A decisão também foi tomada após pesquisas de público apontarem para a preferência pelas montarias.
“Notamos que são poucas pessoas que vêm para assistir ao show no último domingo. Como já são dez dias com muitas apresentações, deixamos o domingo para valorizar as montarias. Um dia dedicado aos amantes do rodeio, até porque a festa do peão está completando 64 anos de rodeio. Portanto, o último domingo terá montarias, premiações e será encerrado com a queima de fogos”, explica.
Rocha conta que os shows artísticos foram inseridos na última década para agitar o público enquanto ocorriam os sorteios de peões e touros das provas finais, que era feito manualmente. Com a inclusão de computadores para a seleção automática, não é mais necessário esperar.
“Antigamente a gente chamava os peões na arena e fazia o sorteio. Esse processo levava de 40 minutos a uma hora. Hoje, o sorteio é rápido, se resolve em questão de poucos minutos. Esse ano, o turista poderá assistir a final inteira do rodeio e ir embora para casa tranquilo, em um bom horário”, diz Rocha.
Para compensar, foram incluídos dois shows na Arena no meio da semana, diferentemente dos anos anteriores, quando os shows eram retomados às quintas-feiras. Nesta edição, as apresentações de Roby & Thiago e de Diego & Arnaldo serão na quarta-feira (21), abrindo a segunda semana do evento.
Luz e som reforçados
Para estar à altura dos nomes que passam pelos palcos Amanhecer e Arena, 70 toneladas de som e iluminação serão usados nas estruturas.
De acordo com a organização, todo o equipamento seria capaz de iluminar oito mil casas. Ele ganha o reforço de 400 refletores fixos, 350 aparelhos de robótica e 600 metros quadrados de telões de LED, para levar ao público, onde quer que ele esteja no parque, todos os destaques.
Tem ainda outros três palcos: o Culturando, com manifestações artísticas dos quatro cantos do país; o Raízes Sertanejas, com moda de viola e berrante; e o Berrantão, com diferentes estilos. Neles estão programadas cerca de 150 apresentações.
Um milhão de visitantes
Com 120 mil moradores, Barretos vê sua população aumentar oito vezes nos 11 dias de evento. Em média, é quase uma cidade a mais por dia circulando.
É tanta gente que, para atender todo mundo no Parque do Peão, 2,5 mil profissionais estão credenciados. O “batalhão” está dividido no apoio aos turistas, na manutenção do recinto e na segurança.
Para se ter uma ideia, a área do Rock in Rio que, em 2018, foi aumentada em 60 mil metros quadrados, chega a 385 mil metros quadrados.
Só para o monitoramento, 60 câmeras estão espalhadas pela área de dois milhões de metros quadrados, o equivalente a 280 gramados do estádio do Maracanã.
A central de monitoramento não fecha e conta ainda com o reforço da Polícia Militar.
O número de banheiros instalados passou de 900 para 1,2 mil. As ruas do parque foram recapeadas e 70 mil mudas de flores foram plantadas para colorir o ambiente.
Rodeio
Ao todo, 600 competidores disputam R$ 1 milhão em prêmios distribuídos nas competições na arena. Mil animais foram destacados para os desafios.
Para celebrar os 40 anos da chegada do rodeio em touros ao Brasil, a organização do evento prepara homenagens aos peões. De acordo com a direção, é um momento importante para ser lembrado, porque transformou o esporte em profissão, na qual muitos peões desenvolveram uma carreira.
Só o vencedor do 27º Rodeio Internacional leva uma caminhonete avaliada em R$ 264 mil. O campeão do cutiano, montaria em cavalo, fatura uma picape avaliada em R$ 80 mil.
A Festa do Peão também é porta de entrada para o cobiçado rodeio americano. Entre quinta-feira (15) e domingo (18), 15 peões encaram os touros pelo The American Run. Os melhores carimbam o passaporte para a semifinal do torneio milionário, que acontece no Texas.
Passam pela arena as amazonas dos três tambores, do working penning, team penning, sela americana e bareback.

Nenhum comentário:

Postar um comentário