Páginas

Pesquisar este blog

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Ministério da Saúde para vacinação contra o sarampo 
Para aumentar a proteção contra a ocorrência de novos casos de sarampo, crianças de seis anos de idade devem ser vacinadas contra uma doença, caso tenham vindo a viajar para as regiões que estão em cima. 
Repórter Janary Bastos Damacena
Image may contain: text
Aumento da proteção contra a possibilidade de ocorrência de novos casos de sarampo, crianças de seis a menores anos de idade devem ser vacinadas ra a doença, caso tenhamos de viajar para regiões que estejam em surto. Ao todo, 39 municípios nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Pará apresentaram o ativo de sarampo no Brasil. Essa é uma doença muito contagiosa, que pode ser contraída por pessoas de qualquer idade, mas é mais perigosa para as crianças, inclusive para levar à morte. Por isso, uma orientação do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde é aplicar uma dose de vacina com mais de 15 dias antes da data da viagem. Julio Croda, diretor do Departamento de Imunizações e Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, mais sobre a medida.
“O sarampo é uma doença que é transmitida pelo ar e é uma das doenças que têm maior transmissibilidade. E nesse sentido é que a vacinação é feita 15 dias antes porque a pessoa precisa produzir anticorpos e estar imunizada. Esse tempo é necessário justamente. Em um momento de seu sucesso, como é a maioria das crianças inscritas no risco maior, um homem é uma dose extra de álcool nas bebidas entre seis meses e um ano, então é uma dose extra ”.
É importante ressaltar que a chamada “dose zero” não substitui uma vacinação de rotina. Dessa forma, o planejamento de viagens para o local de plantio direto ou não é uma recomendação para a vacinação tríplice viral com uma dose de vacina tetra viral, conforme previsto no Calendário Nacional de Vacinação. . A lista de regiões que apresenta o sarampo é toda a semana e pode ser acessada em saúde.gov.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário