Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 6 de agosto de 2019

Policial civil aposentado reage a tiros a desocupação de residência e morre em confronto com a PM
Primeiras informações apontam que disparos foram efetuados durante tratativas entre as partes. Caso, na manhã desta terça-feira (6), está em andamento.
Por G1 Presidente Prudente
Troca de tiros ocorreu em Dracena, na manhã desta terça-feira (6) — Foto: Mariane Santos/TV Fronteira
 Foto: Mariane Santos/TV Fronteira
Uma troca de tiros deixou pessoas feridas em Dracena, na manhã desta terça-feira (6). Um dos baleados é um policial civil aposentado, que não resistiu e morreu. A ocorrência está em andamento.
Conforme as primeiras informações ao G1 por meio do tenente-coronel Carlos Vitor Negri da Silva, comandante interino do Comando de Policiamento do Interior – Oito (CPI-8), o fato ocorreu durante o processo de imissão de propriedade, realizada pelo Poder Judiciário, para qual foi solicitado apoio da Polícia Militar.
No local, durante as tratativas entre as partes e o oficial de Justiça, o proprietário (policial aposentado) teria disparado com uma arma de fogo contra a arrematante, que foi atingida de raspão na cabeça.
A lesão sofrida pela mulher foi considerada grave, mas ela não corre risco de morte, conforme a Polícia Militar. Ela deve ser transferida para uma unidade de saúde em Presidente Prudente.
Diante da situação, houve intervenção da Polícia Militar, que apoiava o Poder Judiciário, e o agressor foi alvejado, ainda conforme informou ao G1 o tenente-coronel Negri.
Para se desvencilhar e defender-se durante a troca de tiros, um policial militar caiu no chão e sofreu escoriações no membro superior. De acordo com a PM, ele também foi socorrido e passa bem.
Ambos foram socorridos para a Santa Casa de Dracena, mas o policial aposentado não resistiu.
"Toda ocorrência será apresentada na Polícia Civil de Dracena. Paralelamente iremos adotar as providências de Polícia Judiciária Militar, na forma estabelecida para esses casos", disse ao G1 o comandante

Nenhum comentário:

Postar um comentário