Páginas

Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Cuca, finalmente, poderá escalar time ideal do São Paulo

Oportunidade de escalar será para o domingo (15), contra o CSA

por JCNET

Guilherme Rodrigues/Myphoto Press/AE
Cuca e Raí destacam retorno de jogadores lesionados e que estavam na Seleção
O técnico Cuca pode ter, finalmente, a oportunidade de escalar domingo (15), contra o CSA, o time do São Paulo que considera ideal. Isso porque ele deverá ter Juanfran, Daniel Alves, Hernanes, Alexandre Pato e Pablo à disposição para a partida que será realizada no Morumbi, às 19h, pela última rodada do primeiro turno do Brasileirão.
Hernanes, Alexandre Pato e Pablo se recuperaram de lesão e trabalharam normalmente nos últimos dias no CT da Barra Funda. Mas ainda estão sem ritmo de jogo e por isso ainda não é certo que o comandante mandará estes jogadores a campo desde o início da partida.
Pablo teve uma lesão ligamentar no tornozelo direito no clássico contra o Palmeiras, em 13 de julho, enquanto Hernanes e Alexandre Pato machucaram a coxa direita na partida diante do Santos, em 10 de agosto.
Daniel Alves, por sua vez, retornou nesta quinta-feira (12) aos treinos após os amistosos da Seleção Brasileira. Como não atuou diante do Peru, na madrugada da última quarta-feira (11), em Los Angeles, deve estar bem fisicamente para enfrentar o CSA.
Cuca comemorou o fato de Daniel Alves não ter saído do banco de reservas no último amistoso do Brasil. Em relação a escalar todos os jogadores que estão voltando de lesão, o técnico adotou cautela. Além de Hernanes, Pato e Pablo, o atacante Toró pode voltar a ficar à disposição depois de recuperar-se de estiramento na coxa esquerda. Hernanes e Toró vinham sendo reservas da equipe.
"Eles já estão treinando normalmente. É uma questão de readaptá-los, dar a melhor condição para a gente escolher. O ritmo vem com as partidas. Vamos ver como a gente vai fazer com esse jogo, escolher as melhores opções pensando na parte técnica e na física também", disse Cuca.

Raí defende departamento médico tricolor

O diretor executivo de futebol do São Paulo, Raí, defendeu o departamento médico do clube nesta quinta-feira (12). O setor vem recebendo críticas por causa das recentes lesões dos jogadores. Até semana passada, por exemplo, Hernanes, Alexandre Pato, Pablo e Toró estavam em tratamento, além de Rojas, que só voltará a jogar em 2020. Para Raí, as lesões simultâneas foram uma coincidência ruim
"Quando a gente tem um número de problemas que afeta a equipe, tem reunião semanal, isso é constante. Não vejo nada diferente de outros clubes. Foram jogadores com lesões em curto, médio e longo período, e eles voltaram todos juntos. É uma equipe pronta que pode brigar lá em cima. Pudemos nos manter entre os primeiros, tivemos uma arrancada, vamos atrás da retomada", afirmou Raí.
"A questão do Pablo foi inusitada, um cisto (na região lombar). Ele vinha jogando no Athletico, mas aqui aconteceu isso que já existia. A maioria das nossas lesões foi por traumas. O Hernanes vinha de férias. Fazemos esse levantamento porque temos de comparar com nossos adversários. Nada anormal do que acontece nos outros clubes. Que a gente tenha uma sequência boa para brigar, temos time para isso. Tem exemplos concretos com arrancadas do Palmeiras, Santos, e agora do Flamengo. Isso mostra que o Brasileiro é equilibrado. Tivemos cinco vitórias seguidas, e agora deu uma queda (três jogos sem vencer)", acrescentou Raí


Nenhum comentário:

Postar um comentário