Páginas

Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Em série, Marília Mendonça conta que já panfletou show toda virada e descabelada

Marília Mendonça estrela série documental no Globoplay
Marília Mendonça estrela série documental no Globoplay Foto: Flaney Gonzallez
Leonardo Ribeiro e Regiane Jesus
Não faltou coragem à Marília Mendonça para transformar um sonho em realidade. “Todos os cantos”, projeto em que a cantora se apresenta pelo país em shows gratuitos, sem agendamento prévio, começou a nascer enquanto ela dormia. De lá pra cá, a rainha da sofrência já subiu ao palco em dez capitais e ainda faltam 17 para ela passar por todos os estados brasileiros. Só em Brasília, 100 mil pessoas marcaram presença no show da artista, grávida de quatro meses de Leo, fruto do namoro com o cantor sertanejo Murilo Huff.
Os bastidores desse trabalho da sertaneja, de 24 anos, estão disponíveis a partir desta sexta-feira (13), no Globoplay, numa série documental que promete revelar a intimidade da jovem nascida em Cristianápolis, Góias.
— Um dia, dormi à tarde e sonhei que chegava numa praça e divulgava meu próprio show. Claro que sonhei numa proporção bem menor. Tudo que está acontecendo hoje é muito maior do que todos os sonhos que já tive. “Todos os cantos” veio dessa vontade que todo artista tem de cantar para o povo. Nessa parceria com o Globoplay, as pessoas vão ver o que acontece por trás de um evento. As tristezas, as alegrias, as surpresas — explica.
Sempre discreta em relação a sua vida pessoal, Marília mostra na série a mulher que se tornou fenômeno nacional:
— O povo vai ver uma Marilia brincalhona demais, tanto nas fases em que fiquei sem tomar uma quanto nas que tomei bastante (risos). Uma vez, cheguei numa cidade virada, panfletei sem pentear o cabelo, mas deu tudo certo! A galera também vai ver uma Marília preocupada com tudo o que acontece.
Conhecida por cantar as dores de amor, a cantora é também uma mulher apaixonada:
— Enquanto pude, mantive minha vida amorosa em sigilo. Murilo nunca quis aparecer às minhas custas para promover o trabalho dele, sempre quis deixar claro que não seria minha sombra. A gente se ama, mas somos pessoas individuais.
Grávida, a futura mamãe se derrete pelo bebê a caminho:
— Foi um susto. Mas já amo muito meu filho e todos os dias esse amor aumenta mais.
Fama que não aprisiona
“Vou ao shopping, ao bar. Como vivo em estrada constantemente, faço questão de almoçar em restaurantes, não em hotel. Não gosto de ficar isolada, não deixo a fama me proibir de fazer nada”.
Licença-maternidade
“Vou dar apenas uma parada necessária, como qualquer mãe. Devo ficar uns três meses sem trabalhar, um antes do Leo nascer e dois depois. Quero fazer, grávida, shows do projeto “Todos os cantos”.
Carreira internacional
“Nunca fui de ficar olhando para fora, o Brasil sempre foi o mais legal do rolê. Não sonhei com carreira internacional, mas, se acontecer, vou ser feliz. É um passo na evolução de um artista. Já fiz show em Portugal para 15 mil pessoas”. Não sonhei com isso, mas se acontecer, vou ser muito feliz’’.

Nenhum comentário:

Postar um comentário