Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Agatha Moreira se diverte com queda de Josiane, em ‘A dona do pedaço’, e festeja comparação com Carminha e Nazaré

Jô vai para o fundo do poço: muquifo como moradia e esforço para arranjar trabalho
Jô vai para o fundo do poço: muquifo como moradia e esforço para arranjar trabalho Foto: VICTOR POLLAK/rede globo/divulgação
Marcelle Carvalho
Foto: VICTOR POLLAK/rede globo/divulgação
O castigo de Josiane (Agatha Moreira) pelas maldades com Maria da Paz (Juliana Paes) não demora a chegar em “A dona do pedaço”. Sem dinheiro após perder tudo, a megera sai do flat onde vive, por falta de pagamento, vai morar num muquifo e se vê obrigada a procurar emprego. E pensa que ela baixa a crista?
— Ela não tem conserto, ao meu ver. Josiane vai se ferrando cada vez mais, é uma coisa atrás da outra, mas ela não se enverga. Quando se pensa que não tem mais nada, ela vai dar um jeito de ser ainda mais altiva e egoísta dentro daquela situação toda. Não dá o braço a torcer — analisa a intérprete, que se diverte com a queda da vilã: — Quando Josiane se ferra, eu morro de rir.
Fato é que a malvada vai tentar expediente numa loja, num restaurante e até como vendedora de peixe (veja quadro abaixo). Nada vai dar certo, claro. E, então, segundo Agatha, sua personagem vai atrás de Maria da Paz.
— Mas Josiane faz isso não por ter algum sentimento pela mãe. Só toma essa atitude porque é favorável para ela, tudo por interesse. Ela pensa: “Ah, não rolou nada, estou sem alternativa, vou tentar aquela que sei que será certeira, a minha mãe”. Se pedir perdão vai ajudar, ela pede, porque sabe que será perdoada. Só ficará perto da mãe porque isso é útil para ela — afirma a atriz.
Com um currículo extenso de vilanias na trama, Agatha não esconde o orgulho de dar conta do recado a ponto de ser comparada, pelo público, a grandes vilãs de telenovelas:
— O que mais mexeu comigo foi quando as pessoas começaram a me colocar no mesmo lugar de Carminha (Adriana Esteves) e Nazaré (Renata Sorrah). São personagens icônicos, que marcaram a minha vida e a dos brasileiros, todos sabem quem elas são. Não me poria nesse patamar, mas é muito legal ver os outros me colocando nessa categoria de vilãs.
Uma demissão atrás da outra
Butique
O primeiro emprego de Jô é em uma loja onde comprava roupas. Mas ela destrata Silvia (Lucy Ramos) e é advertida pela dona do estabelecimento. Só que Vivi (Paolla Oliveira) também vai ao local e, mesmo tentando se segurar, a vilã explode ao ter que ajudá-la a calçar um sapato. Resultado: demitida.
Restaurante
Depois do fiasco na loja, Jô tenta ser hostess de um restaurante. As coisas vão bem até Sabrina (Carol Garcia) e Otávio (José de Abreu) irem jantar lá. A novinha do empresário faz de tudo para humilhar a malvada, que estoura, discute, xinga a cliente e ainda joga vinho na cara dela. Resultado: demitida.
Casa noturna
Ser hostess, só que de uma boate, é outra tentativa da vilã. Mas nesse emprego ela não fica nem a noite toda. Josiane não reconhece o influencer Hugo Gloss, convidado da casa noturna, e coloca uma mendiga para dentro, achando a roupa dela original. Resultado: demitida.
Feira
Sem opções melhores, Jô vai vender peixe na feira, mesmo horrorizada com o local e a gritaria. O problema é que Marlene (Sueli Franco) aparece e tira foto da malvada, que a destrata, jogando peixe nela. Resultado: demitida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário