Páginas

Pesquisar este blog

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Como lidar com os cabelos de raiz oleosa e as pontas secas? Saiba aqui

Confira dicas de como cuidar de cabelos com a raiz oleosa e pontas secas

O cabelo seco, normalmente, é opaco, sem brilho natural, desidratado e quebra com facilidade
 Foto:Banco de Imagem/Getty Images

Eis as principais características de um cabelo misto. Sim, aquele que costuma dar mais trabalho na hora de cuidar. Claudia Pavin, hairstylist do Estúdio Pavin (SP), Marcello Mastrorosa, do DuNunes Concept (SP), Viviane Prota, da clínica de estética D’Mitri (SP), e o terapeuta capilar Marcos Dal Bello ensinam os cuidados necessários para quem tem esse tipo de fio desfilar por aí com uma cabeleira poderosa, hidratada e brilhante.
DIFERENÇA ENTRE SECO E RESSECADO
O cabelo seco, normalmente, é opaco, sem brilho natural, desidratado e quebra com facilidade, pois não produz óleo suficiente para todo o comprimento. Já o ressecado tem a haste do fio alterada. 
Ou seja, as cutículas estão abertas por conta de processos químicos ou ferramentas de calor (secador, chapinha e babyliss).
POR QUE A RAIZ É TÃO OLEOSA?
Os principais fatores são: genética, dormir com o cabelo molhado, passar diariamente secador e chapinha, aplicar reparador de pontas e creme de pentear no couro cabeludo e lavar os fios em excesso. 
Vale a pena também consultar um médico, pois o excesso de óleo no couro cabeludo pode ser um descontrole hormonal e estresse.
JÁ AS PONTAS SECAS...
... também podem ser resultado de diversas questões. Cabelos longos, por exemplo, tendem a sofrer mais com esse problema do que os fios curtos, se não forem bem-cuidados ou as pontas cortadas com regularidade. 
Já os cacheados e crespos têm uma curvatura que dá formato aos cachos. Essa curvatura faz com que a oleosidade natural do cabelo tenha mais dificuldade de chegar até o comprimento e as pontas. 
Por isso, elas são sempre mais secas que o restante dos fios. Para melhorar o aspecto, devolvendo brilho e emoliência, é importantíssimo fazer hidratação, especialmente com produtos à base de óleos vegetais.
LAVAR UM DIA SIM, OUTRO NÃO?
Não há uma regra. Na realidade, a frequência da lavagem depende muito mais do estilo de vida da pessoa do que apenas das características do fio. Quando se tem uma vida mais ativa, com a prática de atividade física, por exemplo, a mulher tende a suar com mais frequência e, com isso, a necessidade de lavar o cabelo é mais constante. 
Se quiser testar, você pode fazer a técnica chamada Low Pow (sem xampu, em português). Aqui, o xampu tem baixo teor de sulfato e os condicionadores e máscaras de tratamento não têm derivados de petróleo (está sempre escrito na embalagem). Isso ajuda a controlar a produção excessiva de óleos naturais do couro cabeludo.
CUIDADOS QUE FAZEM A DIFERENÇA
Xampu próprio
Esse tipo de cabelo exige que a higiene seja feita na raiz e, nas pontas, tratamento com cremes hidratantes.
Condicionador no comprimento e nas pontas
Para não pesar a raiz que já é oleosa, aplique o creme da metade do cabelo até as pontas.
Máscara de hidratação
Quer evitar pontas duplas e fios quebradiços? Hidrate uma vez por semana.
Júlia Arbex
Conteúdo/fonte:Revista Ana Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário