Páginas

Pesquisar este blog

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Corinthians e Athletico-PR empatam em jogo com quatro gols no primeiro tempo

COM RESULTADO EM CASA, ALVINEGRO SE MANTEVE NA QUARTA COLOCAÇÃO DO NACIONAL


Rodrigo Gazzanel/Agência O Dia/AE
Clayson, do Corinthians, divide com Marcelo Cirino, do Athletico, no duelo desta quinta
Em um jogo de "apenas um período", Corinthians e Athletico empataram em 2 a 2 na noite desta quinta-feira (10), na Arena Corinthians, com os quatro gols marcados na etapa inicial. A equipe alvinegra foi a 43 pontos e permanece na quarta colocação do Campeonato Brasileiro. Já o time paranaense, garantido na Libertadores por ter conquistado a Copa do Brasil, continua em nono lugar, com 35 pontos.
O Corinthians saiu no lucro no primeiro tempo. Dona da melhor defesa do Brasileirão, a equipe foi facilmente envolvida pelo Athletico. Sobraram oportunidades para os paranaenses, enquanto os paulistas conseguiram os gols em bolas aéreas.
O Athletico perdeu chance inacreditável logo aos três minutos. Cássio errou na saída com os pés, Thonny Anderson ganhou a jogada e rolou para Léo Cittadini, que furou. O meia ainda ficou com a bola e ajeitou para Marcelo Cirino, que mandou por cima.
Após a chance desperdiçada, quem abriu o placar foi o Corinthians. Clayson cobrou escanteio e Gil mandou de cabeça para marcar aos 15. Só que o Athletico permaneceu melhor e empatou oito minutos depois, quando Léo Cittadini recebeu de Thonny Anderson e, desta vez, teve calma para mandar para o fundo da rede.
A virada estava na cara que iria acontecer. O Athletico continuava em cima e marcou o segundo aos 31 minutos, em uma sequência da jogada que inicialmente foi marcado pênalti e revisado pelo VAR para falta na entrada da área. Depois da sobra do rebote, Wellington mandou para a área, a zaga do Corinthians falhou e Erick aproveitou.
O Corinthians poderia ter ido para o intervalo perdendo até de mais, mas chegou ao empate nos acréscimos. Mais uma vez a bola parada ofensiva funcionou: Fagner cobrou falta da direita e, após confusão na área, a bola sobrou para Boselli marcar.
No segundo tempo, a postura corintiana foi muito melhor. Com mais agressividade na marcação e posse de bola, a equipe equilibrou a partida e chegou a ser até melhor em boa parte. As várias chances da etapa inicial diminuíram consideravelmente. O ritmo do jogo diminuiu.
Com exceção das oportunidades desperdiçadas por Vagner Love e Thonny Anderson, uma seguida da outra. O atacante do Corinthians recebeu na cara de Léo, mas chutou em cima do goleiro. Na sequência do lance, Thonny Anderson passou por quatro adversários, mas chutou fraco e viu Cássio defender.
FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 2 x 2 ATHLETICO-PR
CORINTHIANS - Cássio, Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro (Renê Júnior) e Mateus Vital; Vagner Love, Clayson (Régis) e Boselli (Gustavo). Técnico: Fábio Carille.
ATHLETICO-PR - Léo; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington e Erick (Lucho González); Léo Cittadini, Thonny Anderson (Braian Romero) e Rony (vitinho); Marcelo Cirino Técnico: Tiago Nunes.
GOLS - Gil, aos 15, Léo Cittadini, aos 23, Erick, aos 31, e Boselli, aos 47 minutos do primeiro tempo.
CARTÕES AMARELOS - Danilo Avelar, Fagner; Rony.
ÁRBITRO - Andre Luiz de Freitas Castro (GO).
RENDA - R$ 910.020,10.
PÚBLICO - 22.736 pagantes.
LOCAL - Arena Corinthians, em São Paulo (SP).

Nenhum comentário:

Postar um comentário