Páginas

Pesquisar este blog

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Xô, caspa! Saiba como se livrar do problema que atinge os cabelos

Saiba como se livrar da caspa nos cabelos com dicas de especialistas

Os tecidos sintéticos, por exemplo, são contraindicados para quem tem tendência à dermatite seborreica
Foto:Banco de Imagem/Shutterstock

caspa, que pode aparecer tanto em adultos quanto em crianças, não é contagiosa nem causado por falta de higiene.
As dermatologistas Ana Lúcia Recio, Ana Maria Bertelli, Carla Góes, Michele Haikal e Simone Neri esclareceram tudinho para AnaMaria e a gente te conta aqui! 
Vale lembrar que é sempre bom consultar um dermatologista para avaliar com mais profundidade a gravidade do problema, os fatores responsáveis e o tratamento mais adequado.  
O QUE É? 
Também chamada de dermatite seborreica, a caspa é uma inflamação na pele que causa descamação e vermelhidão em algumas áreas da face e cabeça, como sobrancelhas e cantos do nariz, couro cabeludo e orelhas. 
Esses flocos são células mortas eliminadas rapidamente. Em um couro cabeludo considerado saudável, a camada superficial é excluída uma vez por mês. 
Essa doença é crônica, com períodos de melhora e piora dos sintomas, e pode ter origem genética ou desencadeada por agentes externos, como alergias, situações de fadiga e estresse, mudanças bruscas de temperatura, medicamentos, ingestão de alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas, excesso de oleosidade e presença do fungo Pityrosporum ovale. 
Em recém-nascidos, o problema, conhecido como crosta láctea, é uma condição inofensiva e temporária, na qual aparecem cascas grossas amarelas ou marrons no couro cabeludo da criança e na região da virilha.  
CONSIGO PREVENIR? 
Não existe uma forma de prevenção do desenvolvimento ou o reaparecimento da dermatite seborreica. Entretanto, cuidados especiais, como o uso de xampu e condicionador adequados ao seu tipo de cabelo, faz muita diferença. 
Isso significa que, se você tem fio oleoso, o ideal é aplicar produtos capilares que controlam a oleosidade. Normalmente, são recomendadas três lavagens por semana, com água morna ou fria. 
Você deve retirar totalmente os produtos do couro cabeludo para não ficarem resíduos na região, que podem desencadear uma nova crise. 
Além disso, vale controlar a ansiedade e o estresse, além de usar roupas que não retenham o suor. Os tecidos sintéticos, por exemplo, são contraindicados para quem tem tendência à dermatite seborreica.
TRATAMENTO 
Não existe uma cura considerada definitiva para a caspa e, por se tratar de uma doença crônica, o tratamento varia entre os períodos de melhora e piora. 
Nas crises, além do xampu prescrito pelo dermatologista, podem ser necessárias medicações anti-inflamatórias e antifúngicas. Quando os sintomas forem amenizados, você pode manter a rotina de cuidados como de costume. 
Mas não se esqueça de tomar banhos com água morna e utilizar produtos capilares específicos para o seu tipo de cabelo! 
Júlia Arbex
Conteúdo/fonte:Revista Ana Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário