Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Éramos Seis: Revoltada, Emília rasga livros de Adelaide

Emília (Susana Vieira) em Éramos Seis (Reprodução / TV Globo)
Emília (Susana Vieira) em Éramos Seis (Reprodução / TV Globo)
Em Éramos SeisEmília (Susana Vieira) não gostará nem um pouco de ver que a Adelaide (Joana de Verona) não se tornou aquilo que esperava. A moça voltou da Europa totalmente mudada, vestindo calças e com um pensamento a frente de seu tempo. Emília descobrirá os livros que a filha está lendo, revoltada, ela rasgará todos.
“Esperei tanto pela volta de minha filha… Para quê? Se não estamos nunca juntas! Ela me culpa por tê-la abandonado, mal sabe ela que tudo que fiz foi para que não convivesse com uma irmã doente”, comentará Emília para Higino (Thiago Justino). Mais tarde ela olhará as coisa de Adelaide e descobrirá que ela anda lendo as obras de Ercília Nogueira Cobra. 
A personagem de Susana Vieira dirá: “Não sabemos onde se enfia, mas olha o que lê. Livros proibidos, livros de uma desvairada. Virgindade Inútil, Virgindade Anti-higiênica”. Higino dirá: “Anti-higiênica significa não saudável, madame, é de uma escritora que luta de direitos iguais entre homens e mulheres”.
Emília ordenará: “É imoral. Eu não aprovo esta leitura. O que mais minha filha pensa? Que ideias têm? Deixei a casa em paz para receber Adelaide, tirei Justina daqui e ela vem com pensamentos imundos. Leve esse lixo pro lixo”. Higino não se sentirá confortável em se livrar dos livro de Adelaide.
Sem paciência, Emília esbravejará: “Aqui não ficam. Adelaide vai ter que aprender a ter respeito por bem ou por mal. Que foi, Higino? Está com medo? Me dá isso aqui. Eu resolvo. Na minha casa, estes livros não”. E começará a rasgar as páginas do livros.
Saiba o que mais acontecerá em Éramos Seis e outras novelas como resumo da semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário