Páginas

Pesquisar este blog

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Bom Sucesso: Marcos acha prova devastadora contra ex de Paloma 
Filho de Alberto faz de tudo para salvar vida de Gabriela e livrar amada de assédio
Globo/Divulgação
GLOBO/DIVULGAÇÃO

MARCELO NOBRE


Em breve em Bom Sucesso, Marcos (Romulo Estrela) vai dar uma de investigador e fazer uma descoberta capaz de comprometer seriamente Elias (Marcelo Faria). Afinal, o ex-marido de Paloma (Grazi Massafera) está cobrando R$ 120 mil para doar sangue para Gabriela (Giovanna Coimbra). Uma situação incômoda, que pretende reverter.
A filha de Paloma está internada entre a vida e a morte, precisando de um tipo sanguíneo bastante raro, mas que seu pai – até então dado como morto – tem. A questão é que o sujeito não vale nada e exige R$ 120 mil para fazer a doação de sangue. Mais do que isso, passa a assediar sexualmente a ex-mulher, afirmando que “uma transa para relembrar os velhos tempos” faz parte do “pacote” para salvar Gabriela.
Uma viagem decisiva
Inconformado com a situação, Marcos resolve agir. Enquanto espera o prazo de três dias para levantar a quantia, ao mesmo tempo em que torce para a filha de Paloma resistir, ele investiga Elias, descobre o endereço dele na cidade de Três Rios, no interior do estado do Rio de Janeiro, e segue para lá. Então, é recebido pela esposa do mau-caráter, Rosemary (Kizi Vaz).
Ardiloso, Marcos diz que deseja falar com ela sobre uma suposta aproximação entre Elias e Paloma. É o bastante para a mulher ficar enfurecida e querer seguir imediatamente para o Rio de Janeiro, mas o filho de Alberto (Antonio Fagundes) procura acalmá-la, afirmando que devem preparar um flagra contra os dois. Nesse momento, Rosemary diz que vai preparar um café e dá a chance que o rapaz tanto queria. Ele vasculha a casa, localiza o malote do banco que Elias assaltou antes de desparecer e tira uma sequência de fotos. Com isso espera dar o troco: ou ele doa o sangue de graça ou será preso.

As cenas estão previstas para serem exibidas a partir do dia 19.


Amor de Mãe: Lídia manipula Estela para infernizar Raul
 Após assinar o divórcio, ex-mulher usa antiga amante para impedir felicidade do ricaço
Estevam Avellar/TV Globo
ESTEVAM AVELLAR/TV GLOBO

MARCELO NOBRE


Nos próximos capítulos de Amor de Mãe, Lídia (Malu Galli) vai deixar claro que Raul (Murilo Benício) não terá vida fácil. Especialmente depois de largá-la para viver ao lado de Érica (Nanda Costa). Disposta a tudo para infernizar os dias do empresário, a mulher vai manipular Estela (Letícia Lima), a ex-amante dele, para prejudicá-lo.
No capítulo que vai ao ar nesta sexta-feira (06/12/2019), Raul vai conseguir o que tanto deseja: se divorciar de Lídia. Os dois se reúnem e assinam a papelada que coloca um ponto final no casamento. O empresário se sente vitorioso, imaginando que nada poderá impedi-lo de viver uma linda história de amor com Érica. No entanto, a ex-mulher, inconformada por estar sendo abandonada por ele perto dos 50 anos, vai fazer de tudo para prejudicá-lo
Felicidade ameaçada
Em um primeiro momento, Raul até terá a ilusão de que tudo está perfeito em sua vida. Disposto a fazer Érica feliz, ele vai ao salão no qual a amada trabalhava até ser demitida por conta de uma briga com Lídia, e faz uma proposta à proprietária para recontratar a moça. Pouco depois, a jovem é procurada pela dona do lugar e recebe um convite para voltar a trabalhar, já que todos sentem sua falta, sejam clientes ou funcionárias. É o suficiente para que a manicure e cabeleireira fique em êxtase de tanta alegria.

Raul, sem dizer que mexeu os pauzinhos para a amada ser recontratada, comemora a felicidade dela e os dois transam. Tudo parece perfeito, mas é apenas ilusão. Isso porque, sem que eles imaginem, Lídia trata de manipular Estela contra seu ex-marido. Vingativa, a mulher faz a cabeça a jovem – emocionalmente desequilibrada – e diz que o ricaço fez promessas de amor eterno apenas para ter sexo, descartando-a na primeira oportunidade para ficar com outra. Com ódio, a moça vai atrás dele disposta a infernizá-lo.


PF apreende 15 aviões que seriam usados para tráfico de drogas em SP
Segundo a PF, quadrilha usava aviões para distribuir cocaína pelo estado de SP© Divulgação/Polícia Federal/Veja SP Segundo a PF, quadrilha usava aviões para distribuir cocaína pelo estado de SP
Uma operação realizada pela Polícia Federal na manha desta quarta-feira (4) resultou na apreensão de 15 aviões que seriam usados para transportar drogas.
Batizada de “Voo Baixo”, a força tarefa tinha como objetivo desmontar uma quadrilha acusada de fazer tráfico internacional de drogas. O grupo, segundo a PF, era comandado por um empresário que comprava cocaína na Bolívia e distribuía pelo Brasil.
Na manhã desta quarta, os agentes federais foram às ruas para cumprir 13 mandados de prisão temporária e 33 mandados de busca e apreensão na capital e em municípios do interior, como Campinas, Dourado, Ribeirão Preto, Barretos e Vargem Grande Paulista. Além dos 15 aviões, a PF também solicitou o sequestro de imóveis da quadrilha, dentre eles três fazendas atribuídas ao grupo.
Pelas investigações da polícia, o grupo era comandado pelo empresário do interior de São Paulo, que articulava a compra e o transporte aéreo da droga vinda da Bolívia. A PF aponta que a porta de entrada da cocaína era no Mato Grosso do Sul. De lá, o grupo transportava a droga com a ajuda dos aviões para todo o estado de São Paulo.
Essa operação faz parte de um trabalho iniciado em 2018 pela PF. Ao todo, a polícia já prendeu 11 pessoas e confiscou 2,6 toneladas de cocaína.
Os investigados na operação serão indiciados pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico, cujas penas variam de 5 a 15 anos de prisão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário