Páginas

Pesquisar este blog

quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Jair Bolsonaro sofreuqueda no banheiro; saiba como prevenir acidentes domésticos

Saiba como prevenir acidentes domésticos como o de Jair Bolsonaro no banheiro

O presidente sofreu um acidente no banheiro do Planalto
Foto:Instagram/@jairmessiasbolsonaro

O

presidente Jair Bolsonaro sofreu um acidente doméstico,no dia 23 político, de 64 anos, foi encaminhado para uma bateria de exames no Hospital das Forças Armadas, localizado em Brasília, após bater a cabeça ao cair no banheiro.
De acordo com um comunicado oficial, assinado pelo médico oficial da Presidência, Ricardo Carminha, ele foi primeiramente atendido pela equipe médica do Planalto e submetido a "exame de tomografia computadorizada do crânio, que não detectou alterações".
Natan Chehter, geriatra pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia e Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, conversou com AnaMaria Digital para ressaltar a importância dos cuidados com idosos em situações de risco dentro de casa.
“Quedas são frequentemente um marcador da saúde global do idoso. Ou seja, muitas vezes o que aparenta ser somente uma queda, na verdade significa que algo não está bem. Pode se tratar de uma alteração de equilíbrio, de força muscular, algum problema articular, de visão, ou algo relacionado com as variações de pressão, por exemplo”, explicou.
MOTIVOS DA QUEDA
Segundo o especialista, existem diversas causas a serem analisadas quando ocorre um acidente do tipo. Caso tenha algum sintoma que precedeu a queda, como tontura, dor no peito, falta de ar, entre outros, procure um médico para averiguar a origem.
Outro ponto, é verificar se o grau do óculos está correto. Se estiver desatualizado, é necessário providenciar uma troca.
Dessa forma, a avaliação minuciosa por um profissional é importante para se determinar a medida reparativa que se deve tomar em cada situação. Sempre se individualizando caso a caso.
RISCOS
Natan pontua que elementos perigosos devem ser eliminados da residência, como por exemplo: pisos soltos, escorregadios ou encerados, tapetes sem aderência, toalhas no chão ou degraus maus sinalizados.
Além disso, ele afirma que o sedentarismo e a falta de atividade física são fatores que podem contribuir para quedas. 
“Como recomendação geral, pode-se dizer que a melhora do estado de condicionamento físico e da força muscular do paciente são fundamentais para que se evite a ocorrência de quedas”, explica.
MEDIDAS PREVENTIVAS
Uma vez determinada a causa e os fatores que estão contribuindo para as quedas, o importante é fazer medidas preventivas. Confira dicas do especialista para evitar acidentes domésticos.
  • Usar adesivos nas barras de tapetes;
  • Eliminar fios que ficam soltos e na passagem; 
  • Cuidados com animais domésticos ao caminhar pela casa;
  • Ajustar altura dos móveis para que não tenha necessidade de subir em bancos;
  • Caso tenha mobilidade reduzida, é recomendável tomar banho sentado.
Marcela Del Nero

Conteúdo/fonte:Revista Ana Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário