Páginas

Pesquisar este blog

quarta-feira, 25 de março de 2020

Defensa y Justicia é multado após gesto racista contra Santos Torcedor de time argentino imitou macaco para torcedores do Santos em jogo pela Libertadores
Twitter Reprodução

Torcedor argentino foi filmado em gesto racista que gerou punição ao seu clube
O clube argentino Defensa y Justicia foi punido pela Conmebol uma multa totalizando o valor correspondente a US$ 20 mil (R$ 101 mil) como punição pelos gestos racistas de um torcedor na partida contra o Santos na Libertadores, no dia 3 de março.
No jogo vencido de virada pelo clube brasileiro, por 2 a 1, na estreia pela fase de grupos da competição sul-americana, um vídeo circulou nas redes sociais com um torcedor argentino imitando gestos de um macaco para os torcedores do Santos que foram ao estádio. Na ocasião, o clube se posicionou pedindo desculpas ao Santos e dizendo que não é assim que se trata os visitantes.
Ao todo, a punição dada pela Conmebol foi de US$ 20 mil pelo gesto racista do torcedor, além de outra multa de US$ 3 mil devido a um objeto atirado no gramado pela torcida.
A multa não precisará ser paga pelo clube argentino, que terá o valor descontado na premiação da competição sul-americana, que está paralisada devido à pandemia do novo coronavírus.
Em nota oficial, o clube fez um apelo a seus torcedores para que quando a competição voltar a ser realizada, eles possam se comportar de forma adequada para que o Defensa y Justicia não volte a ser punido.
"Para nós, jogar pela primeira vez a Copa Libertadores é um grande desafio, não apenas esportivo, mas também um grande incentivo para nossas finanças, pois a receita do torneio nos permite pagar por investimentos em melhoria de infraestrutura e continuar crescendo", diz a nota.
"Solicitamos a colaboração de todos para que esses jogos sejam uma festa e, juntos, garantimos o comportamento correto de todos os presentes no estádio", finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário