Imagine ficar lado a lado com pessoas numa estrada de terra. A mulher atrás de você está na ponta dos pés tentando ver quem está chegando. Ao longe, você vislumbra um homem montado num jumentinho. Conforme Ele se aproxima, as pessoas jogam seus mantos na estrada. De repente, você ouve o estalo de uma árvore atrás. Um homem está cortando galhos de palmeira, e as pessoas os espalham à frente do jumentinho.
Os seguidores de Jesus o honraram zelosamente em Sua entrada em Jerusalém, alguns dias antes de Sua crucificação. A multidão jubilava e louvava a Deus “por todos os milagres maravilhosos que tinham visto” (v.37). Os devotos cercavam Jesus, dizendo: “Bendito é o Rei que vem em nome do Senhor!” (v.38). A honraria entusiasmada emocionou o povo. Quando, finalmente, “Jesus entrou em Jerusalém, toda a cidade estava em grande alvoroço. “Quem é este?”, perguntavam” (MATEUS 21:10).
Hoje, as pessoas ainda estão curiosas sobre Jesus. Embora não possamos cobrir o Seu caminho com folhas de palmeiras ou gritar louvores a Ele em pessoa, ainda podemos honrá-lo. Podemos debater sobre as Suas obras notáveis, auxiliar as pessoas necessitadas, suportar insultos pacientemente e amar uns aos outros profundamente. E, também, devemos estar prontos para responder aos espectadores que nos perguntam: “Quem é Jesus?”.
Senhor, que a minha vida e as minhas palavras possam expressar o que sei sobre quem és. Quero que os outros te vejam em mim e também te conheçam.