Páginas

Pesquisar este blog

domingo, 10 de maio de 2020

Cabelos na quarentena: Como tingir os fios em casa sem dar errado?

Veja dicas de como cuidar dos fios em casa, indo de tintura até o melhor modo de prendê-los
Veja dicas de como cuidar dos fios em casa, indo de tintura até o melhor modo de prendê-los
Veja todas as dicas para cuidar de seu cabelo em casa - Pixabay
pandemia do COVID-19 fechou os salões de beleza, justamente para evitar aglomerações e a disseminação do novo coronavírus entre a população. Apesar de não ser um serviço essencial, muitos estão sentindo falta desse tipo de função, especialmente na hora de cuidar dos cabelos.
E aí dá-lhe raiz aparecendo! Afinal, como tingir os fios de uma forma que cubra os brancos e não estrague todo o resto, não é mesmo? AnaMaria Digital decidiu te ajudar! 
Conversamos com a hairstylist Bruna Nunes, do Jaques Janine Jardins, e Priscila Nepomuceno, proprietária do salão Studio Della, e separamos várias dicas para que você cuide de seu cabelo em casa durante o período de isolamento social!
COMO PINTAR O CABELO SEM FICAR INSEGURA?
Você passou tintura nos fios antes da quarentena e, agora, a raiz está gritando, os cabelos brancos já deram seu alô ou você está só cansada da cor, mesmo? Preste atenção nas seguintes dicas:
CUIDADO COM O ÓLEO: Antes de começar, é sempre importante checar se seu cabelo está muito oleoso, pois a oleosidade excessiva pode acabar comprometendo o resultado final. “Ela cria uma espécie de película no fio e acaba dificultando a performance da coloração”, explica Bruna. Assim, que tal lavar o cabelo hoje e só pintar amanhã?
ALERTA DE SENSIBILIDADE: Essa dica é importante para quem já sabe que tem o couro cabeludo sensível. Neste caso, é ainda mais importante não pintar o cabelo com ele recém-lavado. “A amônia da tintura pode deixá-lo ainda mais irritado”, alerta Priscila. E aí quem aguenta a coceira que isso causa?
MÃOS À OBRA: Fez tudo certinho? Então pode dar início à fase da tintura. O primeiro passo, de acordo com Bruna, é dividir o cabelo em quatro partes (use o pente para isso) e prender cada uma delas com a ajuda de presilhas ou piranhas. Em seguida, solte uma das partes e as divida em pequenos quadrantes, garantindo assim que a coloração seja depositada de forma correta nos fios e evitando falhas. Sabe aquele negócio de passar a tintura nos fios e ficar fazendo massagem no couro cabeludo, como forma de espalhar? NÃO FAÇA!
SUJOU A PELE? E AGORA? Antes de mais nada, não se desespere! Bruna dá uma dica espertíssima na hora de corrigir o erro e que só precisa de dois ingredientes: “Basta colocar um pouco de adoçante líquido em um algodão e passar no local, mas sem esfregar para não deixar a pele irritada”, conta. E na hora de retirar a tintura, enxágue bem e use o creme que vem na caixa, de acordo com as indicações da embalagem.
QUAL É A FREQUÊNCIA DE LAVAGEM IDEAL?
Com ou sem tintura, essa é uma das principais dúvidas. Afinal, se eu lavar todos os dias, estarei estragando os fios pelo excesso de shampoo? Bruna explica que não existe uma única resposta para a questão.
Isso porque “depende muito do quão oleoso é seu cabelo e quais produtos você utiliza”. No entanto, ela aponta que um bom tempo aproximado para a limpeza capilar seria dia sim e dia não.
Quanto à utilização do shampoo anti-resíduos, a hairstylist indica que o melhor é não utilizá-lo, mas caso seja necessário, melhor buscar por produtos de limpeza profunda, pois o anti-resíduo costuma abrir muito a cutícula, causando aspereza nas pontas.
Já falando sobre o uso do pré-shampoo, Bruna relata que ele não é o ideal, pois remove todos os nutrientes. “O aconselhado é usar esse tipo de produto apenas quando perceber que os fios estão sobrecarregados ou com oleosidade excessiva, mais do que o normal, diz..
COMO MELHORAR A EFICÁCIA DO CREME DE HIDRATAÇÃO?
Um outro componente essencial no cuidado capilar é o creme de hidratação, que deve ser passado depois do shampoo. Mas sabia que existe uma maneira mais indicada de passar o produto?
Primeiro, retire o excesso da água com a ajuda de uma toalha. Na sequência, separe os cabelos em quatro partes, subdivididas em oito. Depois, aplique o produto no comprimento e pontas, a partir de quatro dedos abaixo da raiz, sempre seguindo o tempo recomendado pelo fabricante do tratamento.
Priscila ainda dá algumas dicas e diz que a máscara deve ser feita, em média, uma vez por semana. Além disso, a quantidade tem que ser igual a de uma moeda de um real e deve ser espalhada de cima para baixo, repetidamente.
EXISTE UMA MANEIRA CERTA DE PRENDER O CABELO?
Antes de fazer algum exercício ou qualquer atividade que possa causar transpiração, é necessária a adoção de algumas precauções para não quebrar os fios. Entre elas, está prender o cabelo.
Para isso, o uso de um elástico não muito apertado é fundamental. A hairstylist sugere os modelos mais macios, como aqueles feitos de meia. E é interessante prender o cabelo em um rabo de cavalo, mas sempre tomando cuidado para não torcê-lo.
Caso suas mechas estejam extremamente quebradas, porém, Bruna propõe que você foque em um tratamento voltado para a causa dessa quebra, para que o crescimento seja de maneira rápida e saudável. Nessa hora, vale evitar o uso de secador e da prancha, além de fugir das químicas, até os cabelos se recuperarem.
Conteúdo/fonte:Revista Ana Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário