Páginas

Pesquisar este blog

domingo, 10 de maio de 2020

Com 37%, Presidente Prudente chega ao pior índice de isolamento social registrado na cidade durante a quarentena
Nenhuma descrição de foto disponível.
Foto: Reprodução

Média semanal do maior município do Oeste Paulista foi de 39%. Percentual no Estado de São Paulo foi de 46%.
Por G1 Presidente Prudente
Presidente Prudente registrou 37% de índice de isolamento social nesta sexta-feira (8) e atingiu a pior taxa já registrada no município desde o início da quarentena decretada no Estado de São Paulo no dia 24 de março. O índice atual superou a taxa de 38%, registrada na quinta-feira (7) que, até então, era a pior da cidade e também do Estado. A média estadual foi de 46% nesta sexta-feira (8).
A maior cidade do Oeste Paulista só ficou atrás de Limeira, que registrou 36% de isolamento.
Conforme o Sistema de Monitoramento Inteligente (Simi-SP) do Governo de São Paulo, as cidades de Araçatuba, Catanduva e São José do Rio Preto também atingiram 37% no levantamento desta sexta-feira. Elas seguem no grupo dos municípios destacados em vermelho que conta com Bauru e Ribeirão Preto, que tem 38%. Todas essas cidades têm até 40%.
Na semana, Presidente Prudente teve uma média de 39% de isolamento social.
De acordo com o Coordenador do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo, o médico infectologista David Uip, a adesão ideal para controlar a disseminação da Covid-19 é de 70%.
Conforme o Estado, a central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.
No momento, há acesso a dados referentes de 104 cidades com mais de 70 mil habitantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário