Páginas

Pesquisar este blog

domingo, 10 de maio de 2020

De frente para a TV: Fabio Porchat vira febre em tempos de quarentena

 Foto: Divulgação
Fabio Porchat Foto: Divulgação

Muita gente precisou se reinventar neste período de quarentena, e as lives e vídeos dos famosos viraram uma febre na internet. Ninguém, no entanto, soube aproveitar melhor o momento do que Fabio Porchat. O apresentador foi o primeiro a investir nos bate-papos no seu Instagram. Primeiro, com os amigos mais próximos. Depois, com o sucesso e a boa aceitação, Porchat passou a convidar até mesmo pessoas que não conhece, e suas lives caseiras viraram um fenômeno. Sem produção, ele transmite diretamente do closet da mulher (porque a iluminação é melhor) uma conversa num estilo descontraído e amigável. Porchat não quer arranjar polêmica nas entrevistas que faz, não busca arrancar segredos ou novidades nem ganhar mídia em cima do colega. Sua intenção é apenas entreter quem está em casa e se divertir enquanto trabalha também. O apresentador ainda brilha no “Papo de segunda”, com episódios inéditos toda semana no GNT. Sem ser agressivo, Porchat não fica em cima do muro e dá sempre sua opinião sobre qualquer assunto proposto com leveza e humor.
Em “Homens?”, que está em sua segunda temporada no Comedy Central, vemos o profissional ainda mais maduro. Criada por ele, a série trouxe uma maior presença feminina dentro e fora das câmeras com a chegada de novas atrizes como Lua Blanco, da diretora Gigi Soares e da roteirista Juliana Araripe. Mais do que falar sobre homens, Porchat queria algo que causasse impacto. Nenhum assunto é tabu, inclusive, os mais delicados como fio terra e brochadas. E um dos grandes méritos da atração é justamente fazer rir levantando questões importantes da pauta do dia, como machismo, liberdade sexual e relacionamento aberto. Porchat mostra que dá para fazer humor com tudo, mas sempre com respeito. É uma prática que já existe no Porta dos Fundos, canal criado pelo humorista e que, em meio à pandemia, continua produzindo vídeos inéditos.
Estreia nos bastidores antes de aparecer na TV
Fabio Porchat e Paulo Gustavo Foto: Reprodução

Fabio Porchat se formou como ator pela tradicional Casa das Artes de Laranjeiras (CAL). Ele era colega de turma de Paulo Gustavo e foi ao lado do humorista, criador anos depois da personagem Dona Hermínia, que estreou na carreira, em 2005. Porchat e Paulo foram as estrelas do espetáculo “Infraturas” e, a partir daí, começaram a deslanchar em caminhos diferentes. A estreia de Porchat na frentes das câmeras aconteceu apenas dois anos depois fazendo parte do elenco do “Zorra total”.
É bom rever Priscila Fantin na televisão
É ótimo rever Priscila Fantin na reprise de “Êta mundo bom!”. Muito talentosa, a atriz chegou a ficar um tempo afastada da TV e ganhou um papel bacana na trama de Walcyr Carrasco. Priscila fez sucesso como Diana, cresceu na história e merece voltar à telinha o mais rápido possível.
Vale a pena ver ‘Êta mundo bom!’ de novo
Apesar de ser uma novela recente, realmente é válido assistir à reprise de “Êta mundo bom!”. Neste momento de pandemia, a obra passa uma mensagem de esperança com personagens carismáticos e uma trama alto-astral. Até a maldade na história é leve e combina com o horário.
História mais leve é uma ótima pedida
“Avenida Brasil” tinha uma trama mais densa e fez um tremendo sucesso na faixa do “Vale a pena ver de novo”. Mas a novela de João Emanuel Carneiro é um ponto fora da curva e não pode ser comparada com outras. Nesse período, uma história mais ingênua é uma ótima pedida.
Siga-me no Twitter @carla_bit e no Instagram @carlabittencourt

Nenhum comentário:

Postar um comentário