Páginas

Pesquisar este blog

domingo, 10 de maio de 2020

Estudo diz que exame de sangue pode prever a última menstruação

Sim: um dia ela acaba!

Estudo diz que exame de sangue pode prever a última menstruação

Logo depois que ela começa a gente quer começar a desejar que acabe, né? A menstruação pode ser um incômodo e as vezes até dolorosa para muitas pessoas. Mas lembre-se: ela tem data pra acabar e, segundo pesquisa, você pode descobrir qual é ela! De acordo com estudo publicado no periódico Endocrine Society’s Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, os exames de sangue podem indicar quando será a última menstruação da mulher, já que funcionam como um indicador de que a mulher está chegando à menopausa.

Quando as mulheres envelhecem, a produção de óvulos diminui e nos aproximamos da menopausa. De acordo com a pesquisa, medir os níveis de hormônios como o antimülleriano (AMH), um indicador de quantos óvulos a mulher ainda produz, pode ser um aliado neste momento. Por meio de exame de sangue, analisando esse tipo de substância é possível prever quando acontecerá a última menstruação.

Esse processo tornou possível prever o período final do período menstrual ou a última menstruação, dentro de 12 a 24 meses em mulheres com 40 e 50 anos.
Segundo pesquisadores, o exame é especialmente benéfico para mulheres que estão considerando passar por cirurgia para controlar miomas. Isso acontece porque ele pode indicar quando, enfim, será seguro parar de usar métodos contraceptivos para impedimento da gravidez. No entanto, mais pesquisas são necessárias para que o teste possa ser considerado realmente efetivo.

Esse processo tornou possível prever o período final do período menstrual ou a última menstruação, dentro de 12 a 24 meses em mulheres com 40 e 50 anos.
Segundo pesquisadores, o exame é especialmente benéfico para mulheres que estão considerando passar por cirurgia para controlar miomas. Isso acontece porque ele pode indicar quando, enfim, será seguro parar de usar métodos contraceptivos para impedimento da gravidez. No entanto, mais pesquisas são necessárias para que o teste possa ser considerado realmente efetivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário