Páginas

Pesquisar este blog

sábado, 9 de maio de 2020

Como usar métodos contraceptivos sem prejudicar a saúde 

A ginecologista explica se algum método disponível é mais saudável.

Crédito: Pixabay

No dia a dia do consultório, percebo que as mulheres vêm buscando cada vez mais unir uma contracepção efetiva e deixar o seu corpo livre de substancias que o próprio organismo reconhece como sendo “estranha”. Visto que os hormônios sintéticos não possuem a mesma conformação molecular que os hormônios produzidos naturalmente pelo nosso organismo.

Existe alguma forma de usar métodos contraceptivos sem prejudicar a saúde?

O método mais utilizados atualmente que segue essa linha é o DIU de Cobre. Ele é uma opção reversível de contracepção além de muito prático, visto que não dependem de você se lembrar de tomá-lo ou usá-lo para fazer efeito. O preservativo também entra nesta lista.
Mas é preciso ressaltar, cada caso é um caso.
Também encontramos pacientes em que a única opção seriam os métodos orais ou injetáveis. São elas: pacientes que não tem boa tolerância ao DIU, pacientes com miomatose uterina de difícil colocação do dispositivo, ou que tenham alergia ao Cobre ou a Prata. Nestes casos, a indicação da pílula oral é bem vinda.
Na dúvida tome a melhor atitude: busque um médico de confiança e converse sobre as possibilidades que mais encaixam com o seu corpo e estilo de vida para usar métodos contraceptivos sem prejudicar a saúde
*Fernanda Nassar é formada em Medicina pela Universidade Lusíada com especialização em Ginecologia e Obstetrícia e pós-graduação em Estética Intima Ginecológica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário