Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 18 de agosto de 2020



Conta de luz e aluguel impactam em cerca de 50% nas contas das famílias com renda de até R$ 1.534, aponta Ipea
Nenhuma descrição de foto disponível.
Indicador de inflação por Faixa de Renda revela aceleração inflacionária para todas as classes de renda em julho deste ano
O Indicador de Inflação por Faixa de Renda, do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), revela que, em julho, houve aceleração inflacionária para todas as classes de renda pelo segundo mês consecutivo. A variação para família com renda até R$ 1.534 foi de 0,38%, percentual acima da inflação observada para família com renda de R$ 15.345, que foi de 0,27%.
Segundo o Ipea, os reajustes de 2,6% na tarifa de energia e de 0,53% no aluguel foram os dois fatores que mais elevaram a inflação para as famílias mais pobres, correspondendo a 50% da variação. Variações do preço de carnes e leites, a alta do grupo transportes também influenciaram no quadro inflacionário.
Para a classe de renda mais alta, o preço do combustível foi responsável por quase 65% de toda a inflação registrada em julho. No acumulado do 2020, a inflação continua mais amena para as classes mais altas (0,03%), em comparação aos segmentos de renda mais baixa (1,2%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário