Páginas

Pesquisar este blog

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Ministério da Saúde reforça apoio aos estados e municípios contra a Covid-19
A imagem pode conter: texto que diz "REPASSES FINANCEIROS FEITOS PELO GOVERNO FEDERAL A ESTADOS E MUNICÍPIOS NACIONAL R$ 53.803.409.669,26 (Rotina) R$ 19.965.923.058,41(Cov R$73.769.332.757,67 Orçamento total) POR REGIÃO ESTADO, CAPITAL E MUNICÍPIO Centro-Oeste 4,19Bi 5,7Bi Nordeste 4,19Bi Norte 4,19Bi 3,17Bi 22,09Bi 6,65Bi Sudeste 21,08Bi 26,8% Secretaria Estadualde Saúde Sul 55,6% Secretaria Municipal de Saúde 22,09Bi 315B 7,18Bi 11,06Bi 1081 2081 Orgamento Rotina 30Bi Orgamento COVIC RS) 17,6% Secretaria Municipal de Saude capitais Ministério da Saúde (21/08)"
Esse esforço conjunto se traduz em mais recursos, equipamentos e estrutura para que a população seja atendida por meio do Sistema Único de Saúde
Desde que a pandemia por Covid-19 chegou ao Brasil, o Ministério da Saúde vem apoiando Estados e municípios no combate à doença. Esse esforço conjunto se traduz em mais recursos, equipamentos e estrutura para que a população seja atendida por meio do Sistema Único de Saúde.
De acordo com o governo federal, ao todo, já foram destinados R$ 72,5 bilhões para os estados e o Distrito Federal. Desse total, R$ 52,6 bilhões foram para serviços de rotina do SUS, e outros R$ 19,9 bilhões para a Covid-19.
Segundo informações atualizadas do Ministério da Saúde, já foram habilitados 12.005 dos 12.233 leitos solicitados pelos estados e municípios para o tratamento exclusivo de pacientes da Covid-19 – que representa quase 100% da demanda – 247 são de UTI pediátrica.
O valor pago pelo Governo Federal é de R$ 1,72 bilhão, pago em parcela única, para que estados e municípios façam o custeio dessas unidades pelos próximos 90 dias – ou enquanto houver necessidade em decorrência da pandemia.
Como parte do apoio estratégico do Governo do Federal no atendimento aos estados, o Brasil conta agora com o reforço de ventiladores pulmonares. Como detalha o secretário-executivo da Pasta, Élcio Franco.
“Até o momento foram entregues 10.328 ventiladores pulmonares, sendo que o Ministério da Saúde, com seu poder de compra, está reforçando a atribuição de estados e municípios que fazem a gestão da rede de atenção à saúde. Por isso adquirimos e distribuímos esses ventiladores para todas as unidades da federação e os municípios que demandaram. Esse material foi empregado conforme os planos de contingência estaduais”, explicou Franco.
Além disso, foi atualizado o número relacionado às demandas sobre os medicamentos solicitados pelos estados e municípios. O secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE), Hélio Angotti Neto, detalhou as quantidades de cloroquina, Oseltamivir e falou sobre os medicamentos relacionados à intubação de pacientes em estado grave da Covid-19.
“Em relação à cloroquina, as demandas atendidas estão na ordem de mais de cinco milhões de unidades. Demandas de Oseltamivir atendidas, nós já contabilizamos mais de 14 milhões de unidades distribuídas. E sobre os medicamentos para intubação atendidas, todas essas demandas foram atendidas a nível de Brasil, mas nós sempre ressaltamos que várias estratégias foram adotadas assim que o Ministério da Saúde foi alertado sobre a possibilidade de desabastecimento”, reforçou o secretário.
Mais detalhes sobre essa distribuição podem ser encontrados no Painel do Ministério da Saúde, que é atualizado de forma constante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário