Páginas

Pesquisar este blog

sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Plano SP segue sem alterações na região
A imagem pode conter: texto que diz "Plano SP 11ª atualização (21/8) Sae Jose Rio Preto Franca Barretos SÃO PAULO பரதவாம் GOVERNO GOVERNODOESTADO OESTADO Araçatuba Ribeirao Preto Presidente Prudente Araraquara Mantia Boa Vista Bauru Piracicabe Campinas Fasel ase Grande SP Taubate Sorocaba Baixada Santista Norte Fase5 Oeste Leste Registre Sudoeste Sudeste Baixada Santista Municipio de SaoPaulo"
Foto: Arquivo -

Cores vigentes estão de acordo com a última atualização, feita no dia 21 de agosto; DRSs de Marília e Prudente estão na fase laranja

REGIÃO - THIAGO MORELLO / O Imparcial Presidente Prudente
Na coletiva de imprensa desta sexta-feira, o Governo do Estado de São Paulo não anunciou alterações para o Plano São Paulo. Desta forma, as cores vigentes para os DRSs (Departamentos Regionais de Saúde) seguem aquelas informadas na atualização da última sexta-feira, dia 21 de agosto. Com isso, os departamentos de Marília e Presidente Prudente, que contemplam os municípios da região, permanecem operando na fase laranja.
É importante lembrar que as atualizações oficiais do Plano São Paulo ocorrem a cada duas semanas. Sendo assim, a previsão de que os cenários mudem está para o dia 4 de setembro, uma vez que a última ocorreu no dia 21 de agosto, como informado. Durante as semanas que intercalam esses períodos, existe a possibilidade de alterações, “mas somente em casos extraordinários”, como reafirma o Estado.
Essas exceções já ocorreram em outras ocasiões, mas não desta vez. Por isso, a região como um todo opera na fase laranja. Nessa etapa, podem funcionar as atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio e shopping centers - com 20% da capacidade de público -, além da construção civil e a indústria não essencial, que não mudaram ao longo da quarentena (sem restrição).
Mudanças nos números
Hoje, o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, citou os DRSs de Marília e Presidente Prudente como locais em que há a percepção de um desaceleramento da doença, isto é, uma queda nos índices de mortes e casos da Covid-19, analisando a variação de semana para semana.
Mas para o governador João Doria (PSDB), isso não significa que deva existir um relaxamento por parte do comportamento das pessoas, muito pelo contrário, “uma vez que o vírus continua ativo e somente o comprometimento na quarentena é que otimizará esse cenário”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário