Páginas

Pesquisar este blog

domingo, 23 de agosto de 2020

Por que alguns cachorros não fazem xixi em casa?
Perdi a conta de quantas vezes eu já ouvi de amigos que os cachorros deles só fazem suas necessidades quando são levados para uma volta na rua. E, em todas essas ocasiões, fiquei pensando no quão desesperador deve ser para o pet ter que depender de um humano para conseguir usar o “banheiro”.
É evidente que se dependesse exclusivamente do cachorro, ele se aliviaria todas as vezes que tivesse vontade sem a necessidade de precisar pensar por um segundo sequer se o que ele faria era algo errado. Mas, ele acaba deixando de sujar a casa, pois foi educado a agir dessa forma. 
Cachorro-xixi-rua-Petlove
Muito provavelmente, ainda quando filhote, o peludinho foi repreendido nas primeiras tentativas de fazer xixi no chão da sala ou da cozinha, enquanto nos passeios pelo quarteirão ele podia levantar a patinha ou se agachar quantas vezes quisesse que não ouvia nenhum pio. E assim aprendeu que na rua seu xixi ou cocô não sofrem censura, diferentemente de quando a porta de casa se abre.

Medo pode trazer problemas

Um pet com medo nunca é algo positivo e precisa sempre de atenção, inclusive médica veterinária, para descobrir como ajudar o animal a superar o receio ou trauma e ser alguém mais confiante e feliz. Muitos cães seguram suas necessidades ao máximo justamente por sentirem medo das consequências que isso poderá ter (muitas vezes lembrando uma experiência do passado, quando provavelmente ele ainda era um filhote). 
Quando um cachorro está com medo de fazer suas necessidades em casa, por exemplo, ele pode ficar mais ansioso, agitado, agressivo e descontar sua frustração nos objetos da casa ou até em si mesmo (ex.: lambeduras excessivas, arranque de pelos). Sem falar que ficar segurando o número um ou o número dois pode ter consequências negativas e seríssimas para a saúde do pet, como problemas urinários, renais e intestinais.

Ensine-o a usar o banheiro

Assim como você foi ensinado um dia a usar o banheiro corretamente (assim espero 😂), o seu cão precisa saber qual local você quer que ele procure sempre que tiver vontade de satisfazer suas necessidades fisiológicas.
Não cometa o erro de só apontar o dedo e dizer “aí não pode”, muito menos ameace o peludinho ou pense naquela prática antiga e errada de passar o focinho dele no chão. Simplesmente o acostume a usar o banheiro que você reservou para ele, fazendo uma abordagem sutil e recompensadora.
Por exemplo, percebeu que o pet está cheirando demais? É sinal que uma vontade de fazer xixi está chegando, então, leve-o até o local que você preparou para ele esvaziar a bexiga – e que de preferência esteja com um tapete higiênico – e não deixe o cachorro sair dali até que tenha terminado a missão. Cumprida a tarefa, é hora de dar os parabéns, que pode ser tanto em forma de carinho verbal e físico, quanto em petisco – tudo junto e misturado também pode \o/.
Ensinando o seu filho de quatro patas a usar o banheiro em casa e não deixá-lo dependente da rua, você não corre o risco dele ficar se segurando até você chamá-lo para sair, fica mais tranquilo em relação ao bem-estar dele e ajuda o pet a ter uma vida mais feliz, sem traumas e medos, e muito mais saudável!

autor
Anderson Mafra
Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário