Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de setembro de 2020

“Eu já era adulta quando uma pessoa contou que eu tinha sido abusada”

 


© Palmiro Domingues/Getty Images
“Só descobri que fui abusada porque uma pessoa me falou. Eu não me lembro de nada e nem sei como ocorreu. Estava no trabalho e essa pessoa veio me dizer que meu pai de criação e meus dois irmãos haviam me molestado e abusado.

O pior é que isso impactou muito a minha vida. Eu namorava há cinco anos e engravidei. O meu namorado tinha sido meu único parceiro sexual. Ao conversar com ele, porém, ele disse que se recusaria a casar porque eu não era virgem quando ele me conheceu. Só que o abuso não era uma escolha minha ou decisão.

Fiquei extremamente magoada com a minha família. Eu dormia com minhas duas irmãs quando tudo isso aconteceu, então fiquei pensando como seria possível. Será que elas eram cúmplices do meu pai e irmãos?

Talvez seja por isso que tenho medo de deixar meu filho com minha família. Meu irmão é esquizofrênico, e eu não confio nele. Nunca me casei. Já fiz terapia, porém sou muito insegura com relacionamentos. Talvez essa seja a causa da insegurança com homens.”

A partir de agora, CLAUDIA mantém esse canal aberto e oferece acolhimento para quem quiser libertar as palavras e as dores que elas carregam. Fale com CLAUDIA em falecomclaudia@abril.com.br.

*Nome trocado a pedido da personagem



fonte:msn


Nenhum comentário:

Postar um comentário