Páginas

Pesquisar este blog

segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Polícia Ambiental aplica multa de mais de R$ 320 mil após flagrar rinha de galos em sítio
A imagem pode conter: pássaro
Foto: Polícia Militar Ambiental
Denúncia anônima alertou a corporação sobre a prática ilegal em Mirante do Paranapanema neste sábado (12).
Por G1 Presidente Prudente
A Polícia Militar Ambiental aplicou multa de mais de R$ 320 mil após flagrar a prática de rinha de galos neste sábado (12), em um sítio, em Mirante do Paranapanema. Uma denúncia anônima alertou a corporação sobre a prática ilegal.
A imagem pode conter: pássaro
Foto: Polícia Militar Ambiental
As equipes chegaram na propriedade rural, onde havia um veículo e uma pessoa estava na porteira. Quando o suposto olheiro viu a viatura, fugiu para dentro do sítio para comunicar os participantes da rinha.
Dentro da propriedade tinha um barracão, onde a polícia localizou aproximadamente 30 pessoas, que fugiram em meio ao canavial. A fiscalização conseguiu abordar 10 pessoas, sendo oito homens e duas mulheres, com idades entre 18 e 70 anos.
Em vistoria no barracão, foram localizados pelas equipes 48 galos índios, alguns acondicionados em viveiros de madeira, outros em caixas de papelão, e alguns em sacolas de pano. Todos estavam sem água e alimento, e em viveiros apertados.
Ainda foram encontrados três galos calçados com esporas de acrílico, que já tinham participado da rinha. Durante a ocorrência, um galo índio que estava debilitado, morreu.
Uma equipe da Polícia Científica compareceu no local para realizar a perícia.
A ocorrência foi apresentada na Delegacia da Polícia Civil, em Mirante do Paranapanema.
Multas
Por parte da Polícia Ambiental, foi elaborado em desfavor do responsável pelos animais um auto de infração de maus tratos aos galos índios no valor de R$ 147 mil.
Ainda foram elaborados mais nove auto de infrações ambientais aos participantes, por participar, mesmo como espectador, de luta entre animais da mesma espécie. Nesse, o valor de cada multa foi de R$ 3 mil.
No total, as multas totalizaram R$ 321 mil.
A Polícia Ambiental apreendeu 47 galos índios vivos, 1 galo índio morto, seis biqueiras de metal, cinco esporas de acrílico, quatro rebolos (rinha), uma balança para pesar os animais antes da rinha, uma mesa para medir a altura dos animais, 20 sacolas transportadoras de pano.
Os animais foram apreendidos e depositados ao responsável da propriedade, por falta de local de destinação legal, conforme a polícia.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Foto: Polícia Militar Ambiental

Nenhuma descrição de foto disponível.
Foto: Polícia Militar Ambiental
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas
Foto: Polícia Militar Ambiental

Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário