Páginas

Pesquisar este blog

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

SP vai subsidiar compra de 161 mil computadores para professores da rede estadual


Foto: Pixabay

Investimento será de R$ 322 milhões ao longo de dois anos; docentes poderão escolher e adquirir equipamento de até R$ 2 mil
Geral - DA REDAÇÃO /// O Imparcial de Presidente Prudente

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta sexta-feira o lançamento do programa Professor Conectado, que vai apoiar a compra de computadores para 161 mil professores e coordenadores pedagógicos que atuam na rede estadual de São Paulo. O investimento para a compra de computadores será de R$ 322 milhões ao longo de dois anos.
"Computadores são ferramentas essenciais no processo de aprendizagem moderno. São Paulo dá um passo gigantesco ao proporcionar a todos os seus professores a utilização de um computador na sua casa e na sala de aula. Com esse programa, estamos garantindo que os professores de São Paulo estejam em sintonia com a tecnologia do século 21", disse Doria.
O programa visa incentivar o uso da tecnologia como ferramenta pedagógica. A adesão à iniciativa será a partir de novembro e serão priorizados os professores em sala de aula e professor coordenador pedagógico, concursados e temporários. Uma próxima etapa do programa Professor Conectado contemplará diretores e outros profissionais do magistério.
"O programa Professor Conectado vai fortalecer o processo do ensino híbrido, por conta da pandemia e da suspensão das aulas presenciais, aprimorando a qualidade do ensino aos nossos estudantes", destacou o secretário da Educação, Rossieli Soares.
A Secretaria Estadual da Educação irá pagar o subsídio parcelado de até R$ 2 mil para os professores que cumprirem as condicionalidades de presença e formação. Será feita a transferência de 24 parcelas no valor de R$ 83 para a conta bancária do docente. Caso o profissional opte por um equipamento de valor superior, precisará arcar com o custo extra.
"A tecnologia é um dos pilares do trabalho realizado na Secretaria da Educação e é utilizada como aliada no desafio de elevar os índices de aprendizagem dos alunos. Neste ano, a Seduc inaugurou o Centro de Mídias SP, que reúne dois aplicativos e dois canais de TV abertos [Educação e Univesp] que transmitem aulas ao vivo ministradas na rede estadual para todos os ciclos de ensino", completa a pasta.
Pagamento de bônus
O governo de São Paulo paga nesta sexta-feira R$ 352 milhões em bônus para 166 mil servidores que atuam em 4.166 escolas da rede estadual. O benefício é calculado a partir das notas do Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo) de 2019. O valor médio do bônus é superior a R$ 2 mil e o pagamento ocorre em parcela única. Entre os servidores que serão contemplados, 129 mil são professores de ensino fundamental e médio. Além deles, diretores, agentes de organização e equipes técnicas das escolas e órgãos centrais também têm direito ao bônus.
"É um justo reconhecimento aos professores, diretores, agentes de organização e todos os profissionais de educação que levaram o Estado de São Paulo a liderar novamente o ranking nacional do Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica]", completou o governador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário