Páginas

Pesquisar este blog

domingo, 4 de outubro de 2020

 

Com gol no fim do jogo, Palmeiras vence Ceará e encosta na vice-liderança

Desta vez, o time de Vanderlei Luxemburgo fez prevalecer no placar o domínio que teve em campo

por Folhapress


Cesar Greco/Palmeiras

Raphael Veiga, do Palmeiras, comemora gol com seu time, que venceu na arena Allianz Parque

O Palmeiras venceu o Ceará neste sábado (3), por 2 a 1, no Allianz Parque, e pulou para a terceira posição do Campeonato Brasileiro, com 22 pontos, empatado com o vice-líder Internacional.

À frente dos dois está somente o Atlético-MG, líder, que enfrenta o Vasco neste domingo (4). O time gaúcho também jogou neste sábado e empatou o clássico com o Grêmio, por 1 a 1, na casa do arquirrival.

Já o Palmeiras, com gols de Raphael Veiga e Willian, deu fim a uma sequência de três jogos sem vitórias no Nacional, com três empates, diante de Sport, Grêmio e Flamengo.

Desta vez, o time de Vanderlei Luxemburgo fez prevalecer no placar o domínio que teve em campo em boa parte do duelo e, de quebra, ampliou para 20 o número de jogos em que está invicto na temporada.

Com uma ampla vantagem na posse de bola (62% do tempo), o Palmeiras ditou o ritmo do primeiro tempo, buscando o ataque com jogadas rápidas e bom volume ofensivo, sobretudo com finalizações de fora da área de Patrick de Paula.

A pressão inicial do time alviverde deu resultado aos nove minutos, quando Wesley invadiu a área, acertou a trave, e o rebote voltou na barriga de Raphael Veiga, que empurrou para a rede.

Depois de sofrer o gol, o time comandado pelo técnico Guto Ferreira adiantou a marcação e passou a ser mais presente no campo de ataque.

Sete minutos após o gol, o Ceará conseguiu o empate, com Eduardo Brock, de cabeça, após cobrança de escanteio.

No segundo tempo, o ritmo da partida continuou sendo ditado pelos palmeirenses, mas Fernando Prass, ídolo e ex-goleiro da equipe alviverde, praticou boas defesas para impedir que o Palmeiras chegasse ao segundo gol.

Ele só não conseguiu parar o atacante Willian, que aos 36 min ficou com um rebote dentro da grande área e finalizou rápido, colocando os donos da casa à frente de novo.

Até sofrer o segundo gol, o Ceará vinha conseguindo se fechar bem e explorava os contra-ataques. Nos minutos finais, já desorganizado, os visitantes viram Wesley acertar a trave novamente, aos 38 min.

Na próxima rodada, o time de Vanderlei Luxemburgo vai encarar o Botafogo, na quarta-feira (7), no Rio de Janeiro, enquanto a equipe cearense enfrenta o Athletico na quinta (8), também fora de casa.

PALMEIRAS

Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Viña; Patrick de Paula (Danilo), Bruno Henrique (Ramires) e Raphael Veiga; Wesley (Luan), Rony (Scarpa) e Willian (Gabriel Silva). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CEARÁ

Prass; Eduardo, Tiago, Brock e Alyson (Kelvyn); Fabinho, Charles, Felipe (Ricardinho) e Wescley (Lima); Leandro Carvalho (Victor Jacaré) e Cléber (Rafael Sóbis). Técnico: Guto Ferreira

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ

Assistentes: Michael Correia (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)

Cartões amarelos: Danilo (PAL); Prass, Alyson, Charles e Victor Jacaré (CEA

Gols: Raphael Veiga, aos 9 minutos do primeiro tempo (PAL) e Willian, aos 36 do segundo tempo; Eduardo Brock, aos 17 minutos do primeiro tempo (CEA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário