Páginas

Pesquisar este blog

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Penitenciária de Prudente registra fuga de 5 detentos; um foi recapturado

Arquivo/Sindasp

Saída ocorreu na manhã de ontem, quando indivíduos do semiaberto pularam os alambrados da unidade prisional
PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI de O Imparcial de Presidente Prudente
Na manhã de ontem, cinco presos fugiram da Penitenciária Wellington Rodrigo Segura, de Presidente Prudente. Após diligências, apenas um foi recapturado.
De acordo com o boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Polícia Civil, um funcionário da unidade disse que a fuga ocorreu por volta das 6h30. Os homens têm 25, 29, 37, 39 e 47 anos sendo naturais de São Paulo, Guarulhos e São Vicente.
Segundo a testemunha, os indivíduos saíram pelo corredor externo da penitenciária de regime semiaberto e pularam um portão. Na sequência, foram ao setor de lavanderia de onde conseguiram pular os alambrados.
Conforme o servidor, o grupo foi em direção a um sítio próximo ao local.
Ainda de acordo com o registro policial, os internos estavam na cela de inclusão devido a uma falta disciplinar ocorrida no sábado. Após o registro da fuga, foram feitas diligências, mas nenhum deles foi encontrado.
No entanto, no período da noite, o sentenciado de 25 anos foi recapturado na rampa de acesso ao Terminal Rodoviário Comendador José Lemes Soares, de Prudente. O indivíduo foi encaminhado à Cadeia Pública de Presidente Venceslau para as demais medidas.
A reportagem solicitou um posicionamento da SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) e aguarda o retorno.
Tentativa de fuga anterior
No sábado, uma tentativa de fuga também foi registrada no semiaberto de Presidente Prudente. Conforme o Sindasp (Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de São Paulo), policiais Penais que estavam de plantão conseguiram impedir a tempo que internos do pavilhão empreendessem fuga.
Segundo o diretor do sindicato, Gilmar Pereira de Oliveira, o Índio, o GIR (Grupo de Intervenção Rápida) foi acionado para dar apoio aos policiais da unidade. “Vim até o presídio para dar apoio e já verifiquei que está tudo controlado”, explica Índio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário