Páginas

Pesquisar este blog

sexta-feira, 23 de outubro de 2020

 

Quarteto de volta

Lucas Veríssimo, Madson, Alison e Marinho, recuperados de lesão, treinam e deve jogar no domingo


Ivan Storti/Santos

Marinho, principal jogador do Santos, ficou fora do time por causa de edema na coxa esquerda

O treino do Santos na tarde desta quinta-feira (22), no CT Rei Pelé, contou com Lucas Veríssimo, Madson, Alison e Marinho no gramado. Veríssimo (edema na panturrilha esquerda), Alison (periostite por sobrecarga na esquerda) e Marinho (edema na coxa esquerda) estão recuperados e devem ficar à disposição contra o Fluminense no domingo (25), no Maracanã.

Madson está melhor após uma amigdalite. Ele foi desfalque apenas diante do Defensa y Justicia (ARG), na Vila Belmiro, em função da inflamação. Pará, com dor no adutor direito, é dúvida e passou por novo exame. O lateral-direito foi substituído nos minutos finais da partida pela Libertadores.

Os titulares da vitória sobre o Defensa fizeram trabalho regenerativo após a folga da última quarta (21). Os reservas, reforçados de Lucas Veríssimo e Marinho, participaram de atividade técnica. Kaio Jorge, em treinamentos pela Seleção Brasileira sub-20, em Itu, será desfalque no Maracanã e também diante de Ceará e Bahia.

VAQUINHA

A torcida do Santos atendeu ao apelo do presidente Orlando Rollo, do Santos, e está contribuindo em peso na "vaquinha online" para ajudar o clube a quitar suas dívidas. Em apenas 24 horas, mais da metade dos R$ 500 mil desejados já haviam sido arrecadada. A meta está estipulada para ser atingida em 30 dias, mas até 16h30 desta quinta-feira o valor já batia mais de R$ 280 mil, ou 56% do previsto.

O clube busca recursos para pagar contas de gestões passadas e poder voltar ao mercado. Os dirigentes reconhecem o bom trabalho do técnico Cuca e querem atender seus pedidos por reforços. Sobretudo após a lesão do uruguaio Carlos Sánchez e sob o risco de saída da alguns titulares.

Cuca não se cansa de dizer que tem sonhos grandes no Santos, mas para isso precisa de peças de reposição experientes. Com a lesão de Marinho, por exemplo, o setor ofensivo sofreu bastante, sobretudo na derrota diante do Atlético-GO, na Vila Belmiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário