Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de novembro de 2020

Ao sair do banho, homem sofre choque anafilático por causa do ar frio

 


Fornecido por Go Outside

Um homem nos Estados Unidos quase morreu após sofrer uma reação alérgica extremamente rara ao ar frio após um banho. O homem não identificado, de 34 anos, foi encontrado caído no chão após sair de um banho quente e coberto de urticária.

De acordo com um relatório publicado pelo The Journal of Emergency Medicine, ele foi levado ao pronto-socorro quando entrou em choque anafilático, com urticária, falta de ar e pressão arterial baixa. Mas não está claro exatamente quando o incidente ocorreu.

O homem já morou na Micronésia, conhecida por seu clima quente e tropical e estava no estado do Colorado. Os médico acreditam que o clima frio do Colorado provavelmente trouxe alguns de seus problemas.

O paciente já sofria de urticária ao frio, uma reação alérgica a baixas temperaturas que é muito rara. O homem foi tratado com duas doses de epinefrina, um medicamento para ajudá-lo a tratar a inflamação.

Além disso, os médicos foram forçados a realizar um teste em que colocaram um cubo de gelo na pele do homem por cinco minutos para ver se isso causaria uma reação – imediatamente o fez ter urticária na área de contato.

A Live Science relata casos de urticária ao frio, como às vezes é conhecida, são extremamente raros. Um estudo na Europa mostrou que havia uma prevalência de cerca de 0,05% na população.

Além do ar frio, alimentos e bebidas gelados também podem desencadear a doença, que pode ser adquirida através da genética ou do enfraquecimento do sistema imunológico.

A prevenção da anafilaxia pelo frio envolve evitar os gatilhos. Para alguns, isso pode ser uma mudança de temperaturas quentes (como um banho quente) para o ar frio. Para outros, isso também pode envolver evitar água fria, alimentos e bebidas.

Fonte: The Journal of Emergency Medicine

O post Ao sair do banho, homem sofre choque anafilático por causa do ar frio aparece primeiro no Go Outside.

fonte:msn


Nenhum comentário:

Postar um comentário