Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de novembro de 2020

 

Corinthians acerta reforço do zagueiro Jemerson, que deixa futebol francês

Pagamento será parcelado até o fim do contrato, que ainda será assinado


Divulgação

Em baixa no Monaco, sem jogar há nove meses, Jemerson aceitou facilitar transferência para Corinthians

O Corinthians chegou a um acordo com Monaco e Jemerson e o zagueiro vai desembarcar em São Paulo nos próximos dias para assinar contrato com o clube do Parque São Jorge. O reforço custará 680 mil euros ao Corinthians, equivalente a R$ 4,5 milhões na cotação desta segunda-feira (2). O jogador aguarda apenas a realização de exames médicos para ser anunciado.

O pagamento será parcelado até o fim do contrato que ainda será assinado entre Jermerson e Corinthians, ou seja, até o fim de junho de 2021, justamente quando venceria o atual documento entre o zagueiro e o clube francês.

Após este período inicial de vínculo, ficou combinado que o clube paulista, já com novo presidente, e os representantes do atleta negociarão novamente. O Corinthians terá a preferência sobre Jemerson no mercado e poderá optar por renovar ou não.

Se tudo correr bem, a eventual renovação dependerá de aumento significativo de salário e a inclusão de "luvas", que é uma espécie de prêmio pela assinatura do contrato.

Em baixa na França, sem jogar há nove meses e ainda com dinheiro a receber do Monaco, Jemerson aceitou facilitar a transferência neste momento e voltará ao Brasil diante da concordância de um salário inferior ao que ele vinha recebendo na Europa.

Em janeiro de 2016, o Atlético-MG vendeu Jemerson ao Monaco por 11 milhões de euros, aproximadamente R$ 48 milhões à época, e ficou com 60% do montante.

O Corinthians foi ao mercado em busca de um novo zagueiro por causa da lesão de Danilo Avelar, que ficará fora de ação por pelo menos oito meses. Às pressas, a cúpula alvinegra solicitou ao Cruzeiro o retorno de Marllon, que estava emprestado e na reserva do clube mineiro, e foi atrás de Jemerson.

Gil e Bruno Méndez são as outras opções para o setor. O jovem Raul, que ainda não estreou entre os profissionais, foi liberado pelo departamento médico nesta segunda e também está à disposição de Vagner Mancini a partir de agora.

 

Boselli pode ser próximo a deixar Corinthians

As mudanças no elenco do Corinthians devem continuar mesmo após a vitória sobre o Internacional por 1 a 0, no sábado (31). Depois do lateral-esquerdo Sidcley ser dispensado, quem pode deixar o clube nos próximos dias é o atacante Boselli. O jogador argentino tem contrato até o dia 31 de dezembro e não deverá renovar seu vínculo. Por isso, a diretoria aceita que ele saia antes do prazo estabelecido.

Contra o Inter, Boselli não ficou nem no banco de reservas. De acordo com o Corinthians, ele sentiu mal-estar pouco antes do jogo e por isso foi cortado da partida. Mas o fato é que desde sua chegada ao clube o argentino ainda não conseguiu se firmar e seu estilo de jogo não agrada ao técnico Vagner Mancini. A decisão sobre seu futuro deve ser tomada nesta semana.

Recentemente, o nome do atacante foi comentado no Peñarol, do Uruguai, e também no Querétaro, do México. Também há sondagens de clubes europeus. O último gol de Boselli com a camisa do Corinthians foi no dia 26 de fevereiro, contra o Santo André, pelo Campeonato Paulista, antes da pandemia e da paralisação das competições.

Mesmo com o jejum e a má fase, o argentino é o artilheiro do Corinthians na temporada, ao lado de Luan, ambos com seis gols. Números que não convencem Vagner Mancini, contratado recentemente para acabar com a apatia do time e reformular o elenco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário