Páginas

Pesquisar este blog

domingo, 8 de novembro de 2020

 “Diminuição do desejo é um problema enfrentado por mais da metade dos casais”

instalações da Clínica de Psicologia e Terapia Sexual Cynthia Reis Bertaco

De acordo com a psicóloga Cynthia Reis Bertaco, de cada 10 brasileiros que conhecermos, em média cinco apresentam algum problema relacionado a sexualidade
Saúde & Bem Estar - DA REDAÇÃO de O Imparcial de Presidente Prudente
Cynthia Reis Bertaco é psicóloga formada há 16 anos pela Unoeste e tem a especialização em Terapia e Educação Sexual pela Famerp de São José do Rio Preto. Casada, mãe de duas filhas de 3 e 7 anos, tem consultório na avenida Washington Luiz em Presidente Prudente. De acordo com a profissional, de cada 10 brasileiros que conhecermos, em média cinco apresentam algum problema relacionado a sexualidade, quando problemas no sexo tem solução. Atualmente a queixa mais frequente em clínica de Terapia Sexual é diminuição do desejo, um dos problemas enfrentados por mais da metade dos casais brasileiros e que hoje toma conta de uma parcela significativa da população.
O que é a sexualidade?
A sexualidade humana representa o conjunto de comportamentos que copilam a satisfação da necessidade e do desejo sexual. Os seres humanos utilizam a excitação sexual para fins reprodutivos e para a manutenção de vínculos sociais, mas agregam o gozo e o prazer próprio e do outro. O sexo também desenvolve a afetividade e a consciência da personalidade. A OMS (Organização Mundial da Saúde) define que a "sexualidade faz parte da personalidade de cada um, sendo uma necessidade básica e um aspecto do ser humano que não pode ser separado de outros aspectos da vida. A sexualidade influencia pensamentos, sentimentos, ações e interações e, portanto, a saúde física e mental”.
Quando a sexualidade deixa de ser uma atividade prazerosa e torna-se uma patologia?
Quando certas variáveis físicas e emocionais atrapalham e limitam o desempenho da sexualidade por um período de tempo demorado e recursivo, causando algum tipo de desconforto ou algo incontrolável.
O que é a terapia sexual?
A terapia sexual é a terapia destinada a tratar os problemas sexuais. Ela é feita com técnicas específicas, é breve, objetiva e busca sempre resolver os problemas relacionados ao sexo de forma definitiva e no menor tempo possível. Para tratamento as sessões duram geralmente em torno de 50 minutos cada, e são realizadas em ambiente seguro e profissional. O que ocorre são conversas entre cliente e especialista durante as quais alguns bloqueios que prejudicam o sexo, vão sendo eliminados.
Como é uma seção de terapia?
Note que a maioria, quase totalidade, dos problemas sexuais tem causas psicológicas e emocionais, ou seja, ao fazer a terapia para problemas no sexo o paciente começa a notar que os antigos bloqueios, ansiedades e medos vão desaparecendo e a vida sexual vai melhorando. Não há contatos íntimos com o paciente, todas as atividades são discussões e orientações técnicas e profissionais. O paciente/cliente observa a evolução a cada sessão, onde percebe a cada encontro, a melhoria que vai ocorrendo no próprio sexo.
“A SEXÓLOGA
AJUDA
ELIMINAR A
DESINFORMAÇÃO”
Quando as pessoas devem procurar um profissional dessa área?
Quando vivem uma vida sexual insatisfatória, quando sofrem com um sexo ruim ou com a falta dele, quando não se sabe resolver o problema ou não tem instrumentos para tal. A sexóloga ajuda eliminar a desinformação e possibilita que cada vez mais pessoas possam ter sexo de qualidade e uma vida sexual saudável e gostosa. Agende hoje mesmo a sua consulta e viva sua vida sexual de modo prazeroso e satisfatório!
Qual a queixa mais frequente em clínica de terapia sexual?
Pré-orgasmo (dificuldade em chegar ao orgasmo), intercurso doloroso ou inibido, incluindo o vaginismo; baixo desejo sexual; disfunção erétil; ejaculação rápida ou precoce; ejaculação retardada ou inibida ou anorgasmia.
Que consequências as pessoas podem sofrer se não conversarem mais abertamente sobre o assunto?
O diálogo é essencial para a superação das várias fases da vida a dois. Quando a comunicação está prejudicada, instala-se um abismo entre os membros, afetando a vida sexual dos dois. Diante disso, recorrer a um terapeuta pode ser uma boa alternativa para lidar com a situação, pois este profissional irá ajudar o casal a identificar e superar os problemas e resgatar o aspecto saudável da relação.
Quais são os motivos mais comuns que levam os casais a terem problemas na hora do sexo?
Nos tempos atuais, viver a sexualidade é mais do que a procriação. A busca do prazer no sexo vem sendo cada vez mais estimulada, principalmente em relação ao sexo feminino que, por muito tempo, entendeu sua sexualidade como algo que não se podia falar e tampouco vivenciar. Tais mudanças de comportamento e o aumento de expectativa, onde o prazer está em ênfase, têm trazido também as crises sexuais para o cenário dos casais. No momento em que se percebe que o que é bom e o que é justo nem sempre é a mesma coisa, vem a crise entre a necessidade de se cumprir os deveres e a necessidade de cuidar dos direitos. Cada casal, cada pessoa, cada família, está sozinho em sua busca.
Por fim, quais problemas efetivamente o sexólogo ajuda a resolver?
A terapia sexual pode ser útil para casais ou indivíduos que tenham dificuldades em uma ou mais das seguintes áreas: disfunção erétil; ansiedade de desempenho; ejaculação precoce ou tardia; baixo desejo sexual (falta de libido); aversão sexual libidos irregulares; baixa excitação; impulso persistente; dificuldades para atingir um orgasmo; vaginismo e dispareunia; saúde reprodutiva; sexualidade no envelhecimento; sexualidade e doença; questões de gênero; problemas de orientação sexual; casos agressão sexual ou abuso; vício ou compulsão sexual; viver com alguma DST (doença sexualmente transmissível); dificuldade no relacionamento; parafilias, sadismo, masoquismo, fetichismo, voyeurismo; zoofilia, coprofilia, clismafilia e urofilia
O casal costuma ir junto à primeira consulta? Quem toma mais a iniciativa de discutir o assunto?
Destinada a homens e mulheres, é possível realizá-la individualmente ou em casal. Não é necessário um parceiro ou uma parceira para a realização do processo. É possível realizá-la individualmente e em ambas as situações são alcançados ótimos resultados, individualmente ou em casal. Atualmente mais de 50% da população brasileira apresenta alguma dificuldade a nível sexual, algum problema relacionado ao sexo.
O que justifica a grande procura por auxilio profissional, onde vemos as clínicas para os referidos tratamentos com agendas cheias.
Quais os benefícios da terapia sexual?
Fazer terapia sexual é melhorar o sexo, mas é ir além. É poder além de eliminar a dor, o incômodo e a insatisfação, conhecer a real vivência do sexo, como uma atividade íntima, prazerosa e saudável, sem medo de um real encontro. Sofre no sexo, quem não sabe que é possível solucionar o problema, quem não sabe onde buscar ajuda, ou quem sabendo que é possível resolver continua vivendo sem procurar por um terapeuta. Problemas no sexo tem solução e se resolve com terapia sexual.
CYNTHIA REIS BERTACO
Psicologia e Vida Sexual
Avenida Washington Luiz, 1.810
contato@cynthiapsicologia.com
@cynthiapsicologia
018 98825-4298
DSC02491.jpg
Cynthia Reis Bertaco: “Maioria dos problemas sexuais tem causas psicológicas e emocionais”
Fotos: Eduardo Rizzio

Nenhum comentário:

Postar um comentário