Páginas

Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de novembro de 2020

 GARDÊNIA CAVALCANTI

Tudo o que você precisa saber sobre diástase

Problema causa flacidez abdominal em muitas mulheres após a gravidez



Diástase - Problema causa flacidez abdominal em muitas mulheres após a gravidezDivulgação
POR O DIA
Gerar um filho é algo sublime, maravilhoso! Ser mãe é um verdadeiro presente, mas muitas mulheres têm medo das mudanças no corpo após a gravidez. Um desses problemas é a diástase - um afastamento dos músculos do abdômen que pode acontecer após a gestação. Isso gera muito incômodo, a sensação de barriga inchada e flacidez, além de causar dores na coluna, incontinência urinária e até constipação intestinal. A boa notícia é que isso tem cura e nós fomos atrás de dicas e informações para ajudar as mamães.

A educadora física Rô Nascimento explica que ter maior consciência corporal é o primeiro passo. Assim será possível melhorar sua capacidade física e mental e se tornar mais corajosa, dona de si e independente. E a atividade física é fundamental!

- Através de exercícios que levam as mulheres a ter mais consciência sobre o seu corpo, elas ampliam seu conhecimento sobre si e percebem sua individualidade e singularidade. Essa percepção favorece a caminhada em relação à sua autonomia e sua subjetividade. A consciência de si passa pela consciência do próprio corpo - afirma a profissional, especializada em mulheres.

Mas não é qualquer exercício que gera essa consciência sobre si. As atividades voltadas para o corpo da mulher, como ativação do assoalho pélvico e o fortalecimento do abdômen, são as mais indicadas, especialmente para as mulheres que desenvolvem diástase na gravidez e passam, muitas vezes, anos sem tratar essa distensão muscular.

- O primeiro passo é a identificação. Quando a mulher começa a ter escape de xixi, dor na relação sexual, dor na região lombar, barriga saliente que não vai embora com dieta e nem com exercícios regulares, é um sinal que algo está errado. Esses problemas acabam afetando a autoestima da mulher, que começa a ter vergonha do seu corpo. Param de ir a lugares que geralmente frequentavam, se tornam mais introvertidas - explica Rô Nascimento.

Foi o que aconteceu com Anice Torres, mãe de três filhos, de 2, 4 e 8 anos e aluna da educadora física.

- Eu não me amava mais e não me reconhecia naquele corpo. Estava desestimulada e sem esperança. Já não queria mais ir à praia e usava absorvente todos os dias por causa dos escapes de xixi. Com três filhos, parecia impossível eu conseguir um tempo pra me dedicar à minha saúde. Mas, depois de iniciar essa atividade física direcionada, foi um reencontro comigo mesma, porque me fez voltar a olhar pra mim como mulher, e não só como mãe - conta Anice.

Rô Nascimento explica o que pode acontecer se a diástase for ignorada:

- A barriga fica com aparência de caída ou estufada, algumas mulheres parecem continuar grávidas;
- Abdômen fica fraco e com um buraco ;
- Dor na região lombar;
- Fraqueza no assoalho pélvico;
- Perda de urina ao rir, tossir, espirrar, pular e agachar;
- Dor na relação sexual;
- Prisão de ventre.

A especialista destaca quais são os benefícios de praticar exercícios para diástase após a gravidez:

- Fortalecimento da barriga;
- Melhora na postura;
- Fim das dores nas costas;
- Melhora na qualidade do sono;
- Fortalecimento da musculatura pélvica;
- Ameniza os escapes de xixi e prisão de ventre;
- Aumento da autoestima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário