Páginas

Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de novembro de 2020

No topo

 Não se deixe enganar pelas aparências: a cantora Ariana Grande cresceu, amadureceu e quer falar sobre sexo. “Positions” é o sexto álbum da artista e, segundo ela, seu favorito até agora. Tê-lo visto em primeiro lugar das paradas no dia das eleições americanas talvez tenha colaborado por tal preferência. “Eu sei que isso não significa muito, mas quando acontece, sinto que é importante mostrar meu amor e gratidão”, disse a cantora aos seus mais de duzentos milhões de seguidores. Com voto declarado no democrata Joe Biden, a ex-musa teen deixa claro em que acredita e como quer ser lembrada.


Divulgação

O goleiro gaúcho Alisson Becker vive o auge da carreira. O titular do Liverpool, time inglês que o contratou em 2018, está de volta ao Brasil para treinar com a nossa Seleção. Becker, além de ser o goleiro mais caro da história — com o passe negociado a 72,5 milhões de euros —, chama a atenção por outro detalhe: sua semelhança com o ator Chris Hemsworth, intérprete do personagem Thor no cinema. As comparações começaram na última Copa do Mundo e seguem fortes nas eliminatórias. E fica a dúvida: será que dessa vez ele é capaz de salvar o futebol nacional?

Gabriel Rinaldi
Empresária e chef argentina radicada no Brasil, Paolla Carosella tem muito mais que talento gastronômico. À frente da rede “La Guapa” do salgado argentino “empanada”, o ingrediente que mais se destaca no cardápio é a igualdade de gênero. Dos 131 funcionários da equipe, 55% são mulheres, 43% são negros, 13% são LGBTQIA+ e 6% são estrangeiros. A chef vai além: não quer que o restaurante fique conhecido como “da Paolla”, já que possui muitos talentos em sua cozinha. As panelas, ao contrário do que se acredita, não são lideradas por ela, mas por seu braço direito, o chef Benny Goldenberg. Em fase de expansão em plena crise, o “La Guapa” continua uma receita de sucesso.

Jake Gyllenhaal está a um passo de entrar em uma das listas mais seletas da atuação: a dos atores que possuem um prêmio Tony na prateleira de casa. Considerado o “Oscar do teatro”, ele lidera as indicações, mas por conta da pandemia, ainda não se definiu quando será a premiação. Independentemente do resultado, Gyllenhaal é prova de que um artista não deve ter medo de ficar conhecido por um único personagem. O ator ganhou fama internacional em 2005 como par romântico de Heath Ledger no drama “O segredo de Brokeback Mountain”. Aos 39 anos e sem medo de ousar, Jake conduz sua carreira de forma brilhante e ainda vai dar muito o que falar nos palcos e nas telas.


Fernando Tomaz

Lançar a marca de roupas “Shop Ginger” foi coisa séria e veio para ficar na vida da atriz Marina Ruy Barbosa. A ruiva, ao lado da sócia Vanessa Ribeiro, acaba de divulgar uma coleção completa de roupas sociais com cara e preço de alta costura. Se no inverno a dupla apostou na venda de blusas mais quentes para entrar no clima do mercado, agora a aposta foi grande. Com recortes geométricos, lisos e minimalistas, a marca reflete o gosto de suas fundadoras. “São peças cheias de personalidade. Criamos uma identidade própria”, diz Marina. Exclusividade que aparece na etiqueta: uma camiseta regata da marca passa dos R$ 300.


Mar+Vin/ Reprodução Revista Bazar

O casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso acertou ao fazer — de maneira responsável — o que muitos pais se recusam: a vontade da filha. Foi assim que a primogênita Títi, aos sete anos, foi parar na capa de uma revista. Giovanna, a mãe coruja, contou que tentou fazer a filha Títi desistir da ideia, mas que, por fim, decidiu deixar a menina viver suas escolhas. O resultado? Um ensaio profissional repleto de personalidade e estilo.

O DJ Alok agora é o quinto do mundo. Essa é a melhor posição já ocupada por um brasileiro na lista dos 100 melhores. a escolha foi divulgada pela revista britânica DJ Mag. Feita via voto popular, a eleição colocou o músico à frente de nomes consagrados da música eletrônica como Steve Aoki (9°) e Calvin Harris (18°). “Essa conquista me dá amor por todo o caminho percorrido. Espero que ela desperte nas pessoas o que desperta em mim: a vontade de contribuir positivamente”, disse Alok. Em 2016, quando entrou pela primeira vez na lista, ficou em 44o lugar. Ou seja, brilhar no pódio, para ele, era uma questão de tempo.


 




fonte:msn

Nenhum comentário:

Postar um comentário