Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de novembro de 2020

 Para onde vão os votos brancos e nulos?

noticeREPRODUÇÃO/ALESC

O 1º turno das eleições municipais está marcado para o dia 15 de novembro. Desde a Constituição de 1988, os votos brancos e nulos são considerados inexistentes. Entenda com o repórter Henrique Carmo. 

VOCÊ SABE A DIFERENÇA DE VOTO NULO OU BRANCO?  O PRIMEIRO TURNO DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS ESTÁ MARCADO PARA O DIA 15 DE NOVEMBRO. APESAR DO VOTO SER OBRIGATÓRIO NO BRASIL, O ELEITOR TEM A OPÇÃO DE NÃO OPINAR.  MESMO ASSIM ELE DEVE COMPARECER NA URNA OU ENTÃO JUSTIFICAR A AUSÊNCIA.  O VOTO EM BRANCO É QUANDO O ELEITOR NÃO TEM PREFERÊNCIA POR NENHUM CANDIDATO.  NESTE CASO, ELE DEVE APERTAR NA URNA ELETRÔNICA A TECLA BRANCO E DEPOIS A TECLA CONFIRMA.  JÁ O VOTO NULO É QUANDO O ELEITOR QUER ANULAR A SUA OPÇÃO DE VOTO.  NESTE CASO ELE PRECISA DIGITAR UM NÚMERO INEXISTENTE NA URNA, COMO 00, NO CASO DE PREFEITO OU CINCO VEZES O ZERO NO CASO DE VEREADOR.  VALE LEMBRAR QUE O VOTO BRANCO OU NULO NÃO VÃO PARA NENHUM CANDIDATO.  AMBOS OS VOTOS NÃO SÃO CONSIDERADOS PARA NENHUMA FORMA DE DESEMPATE.  HOJE, VENCE QUEM TEM A MAIORIA DOS VOTOS VÁLIDOS, QUE SÃO AQUELES REGULARES FEITOS NO DIA DA VOTAÇÃO.  NESTE ANO, O TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL COLOCOU UMA SÉRIE DE REGRAS PARA O DIA VOTAÇÃO, POR CONTA DA PANDEMIA.  O USO DE MÁSCARA, POR EXEMPLO, SERÁ OBRIGATÓRIO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário