Páginas

Pesquisar este blog

domingo, 1 de novembro de 2020

 

Pele oleosa: Dermatologista esclarece as principais dúvidas sobre esse tipo de cútis

A dra. Luciana Garbelini expôs algumas das principais características da oleosidade na face

MÁXIMA DIGITAL 

Dermatologista esclarece as principais dúvidas sobre pele oleosa
Dermatologista esclarece as principais dúvidas sobre pele oleosa - Freepik - katemangostar

Sofrer com o excesso de oleosidade na pele é a realidade de muitas brasileiras. Em 2019, a estimativa era que mais de 16 milhões de mulheres sofriam com pele acneica, problema comum da pele oleosa, sendo que 40% estavam acima dos 25 anos.

Embora a oleosidade sirva como um agente natural antimicrobiano, antibacteriano e antifúngico, e rica em Vitamina D, a dermatologista Luciana Garbelini, explicou que o problema está no excesso dela.

Em busca da resolução desse problema na cútis, a doutora esclareceu algumas das principais dúvidas sobre o tema.

Para completar a listinha de dicas, a dermatologista ainda indicou alguns cuidados com a escolha e o uso de cosméticos.

Na hora de descobrir se a pele é ou não oleosa, Luciana falou sobre o que caracteriza esse tipo de cútis.

“A certeza se a pele é ou não oleosa vem de um especialista após uma análise detalhada da pele, mas, normalmente, peles oleosas possuem poros dilatados com espinhas e acnes na testa e nariz. Outra característica comum de quem sofre com pele oleosa é perceber que o excesso de oleosidade independe de condições climáticas, como dias de extremo calor, ou situações do cotidiano, como estresse, ansiedade e má alimentação”, explicou Luciana.

A médica listou alguns itens que podem agravar essa oleosidade excessiva. Ela disse que uma alimentação baseada em muito açúcar, frituras e industrializados e lavar o rosto muitas vezes ao dia e não ter uma rotina de cuidados podem ser vilões nessa batalha.

“Ao invés de controlar a oleosidade, isso causa o efeito rebote. A dica é lavar o rosto apenas de manhã e à noite”, indicou.

“Não ter uma rotina de cuidados com a pele. “A maioria das pessoas que sofre com o excesso de oleosidade na pele são negligentes em algumas etapas fundamentais, como esfoliação e hidratação. Além disso, recomendo o uso de produtos que tenham ingredientes específicos para esse tipo de pele”, sugeriu a doutora.

Quando o assunto são os produtos, Luciana comentou quais são as principais indicações para quem tem pele oleosa.

“O mercado dispõe de vários produtos para peles oleosas, mas soluções orgânicas acabam sendo as melhores opções por promoverem o equilíbrio do ph. O excesso de oleosidade é, na maioria dos casos, um problema de dentro para fora, agravados por muita maquiagem e outras químicas que impedem o ‘respiro’ da pele. Por isso, cosméticos orgânicos são bem indicados nesses casos porque possuem ingredientes naturais que vão tratar a pele de dentro para fora sem efeito rebote”, disse.

Por fim, a dermatologista deu uma dica sobre como desenvolver uma rotina de cuidados com a pele.

“Limpeza, esfoliação e hidratação, nessa ordem. Com exceção da esfoliação, que pode ser feita duas vezes por semana, os demais steps devem ser diários”, indicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário