Páginas

Pesquisar este blog

segunda-feira, 9 de novembro de 2020

Polícia Civil prende homem de 31 anos apontado como líder de grupo criminoso na região

Foto: Polícia Civil
Operação foi realizada nesta segunda-feira (9) por policiais de Pirapozinho. Um menor de 17 anos também foi apreendido e houve a apreensão de veículos de luxo, lancha e motocicleta, com valor de cerca de R$ 600 mil.
Por G1 Presidente Prudente
A Polícia Civil de Pirapozinho realizou, nesta segunda-feira (9), a Operação Entre Rios II. Até o momento, houve a prisão de um homem de 31 anos, apontado como líder da associação criminosa regional, e a apreensão de um adolescente de 17 anos. Três indivíduos seguem foragidos.
Segundo a corporação, foram cumpridos 11 mandados de busca e quatro mandados de prisão, sendo três temporárias e uma preventiva, nas cidades de Umuarama (PR), Douradina (PR), Icaraíma (PR), Naviraí (MS) e Itaquiraí (MS).
De acordo com a polícia, no dia 29 de maio deste ano, a Polícia Militar apreendeu 198 quilos de maconha em Pirapozinho e prendeu um casal. Com o início das investigações pela Polícia Civil, foi deflagrada a primeira fase da Operação Entre Rios no dia 8 de julho, com a prisão de quatro pessoas que realizavam a escolta do entorpecente apreendido em maio.
Ainda conforme a polícia, com a análise do material apreendido anteriormente, constatou-se a dinâmica de associação criminosa apta a distribuir substâncias entorpecentes, principalmente maconha, na região de Presidente Prudente.
Nesta segunda fase da Operação Entre Rios, após representação da autoridade policial, dois veículos de luxo, uma lancha, e uma motocicleta de alta cilindrada foram sequestrados judicialmente, com valores aproximados de R$ 600 mil.
Segundo o Delegado de Polícia Dr. Rafael Galvão, é atribuição da Polícia Civil dar continuidade às investigações em prisão em flagrante, desmantelado associações criminosas e prendendo os líderes dos núcleos criminosos, que muitas vezes ficam longe das drogas transportadas.
Ainda durante o cumprimento dos mandados foi localizado um tablete de maconha na posse do adolescente de 17 anos e ainda houve a apreensão de uma arma de fogo, pistola de calibre 40 municiada com o líder da associação criminosa regional. A polícia constatou que essa arma foi furtada de uma agente do departamento penitenciário.
Segundo o delegado Rafael Galvão é atribuição da Polícia Civil dar continuidade às investigações em prisão em flagrante, desmantelado associações criminosas e prendendo os líderes dos núcleos criminosos, que muitas vezes ficam longe das drogas transportadas.
A ação policial conta com a participação de 38 policiais civis, sendo quatro equipes do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Divisão Especializada em Investigações Criminais (Deic), com apoio de policiais do Canil e Ambiental da Polícia Militar do Paraná e também policiais civis do Estado do Mato Grosso do Sul.
Veja mais notícia em G1 Presidente Prudente e Região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário