Páginas

Pesquisar este blog

domingo, 20 de dezembro de 2020

 

Homem vence processo de indenização após os pais jogarem fora a sua coleção pornô de R$ 127 mil

Por: Fernando Moreira
O material pornográfico desaparecido de David estava guardado em 12 caixas (imagem meramente ilustrativa)
O material pornográfico desaparecido de David estava guardado em 12 caixas (imagem meramente ilustrativa) Foto: Pexels
 Foto: Pexels

Um homem, de 42 anos, venceu um processo na Justiça americana movido após os seus pais jogarem fora uma coleção de pornografia que ele afirma valer US$ 25 mil (cerca de R$ 127 mil).

David Werking, de Grand Haven (Michigan, EUA) mudou-se para a casa dos seus pais em 2016 após se divorciar. Depois, ele foi morar sozinho em Muncie (Indiana, EUA), onde seus pais entregaram os pertences do filho. Ao abrir as caixas, David percebeu que faltava uma grande quantidade de filmes, revistas e outros objetos pornô.

Ao ser questionado sobre os bens perdidos, o pai de David, Paul, respondeu:

"Francamente, David, eu te fiz um grande favor se livrando de tudo isso."

Em abril de 2019, David decidiu processar os pais pelo que um juiz descreveu como "um tesouro de pornografia e uma série de brinquedos sexuais", contou o site "MLive".

David e os pais têm até fevereiro para chegar a um acordo sobre o valor a ser pago pelos danos materiais. A lista das propriedades desaparecidas, citadas pelo "Detroit Free Press", incluem 1.605 títulos de DVDs e fitas VHS pornográficas e pelo menos 50 brinquedos sexuais.

A advogada dos pais de David, Anne Marie VanderBroek, disse que está trabalhando para estabelecer o valor dos itens que foram descartados. Já advogado de David, Miles Greengard, afirmou que o seu cliente deveria receber indenização equivalente ao triplo do valor dos itens.

fonte:extra.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário