Páginas

Pesquisar este blog

21/12/20

Ladrão indica ‘cliente’ que comprou picanha furtada e PM flagra churrasco com carne de origem ilícita

A imagem pode conter: atividades ao ar livre

Foto: Aline Costa/G1

Autor do furto pegou quatro peças de carne de um supermercado de Presidente Prudente. Receptador falou que comprou apenas uma por R$ 50 e pagou fiança de R$ 1.000.
Por G1 Presidente Prudente
Um homem foi flagrado fazendo churrasco com uma peça de picanha furtada de um supermercado, em Presidente Prudente, neste domingo (20). Segundo o Boletim de Ocorrência, a polícia chegou até a casa do rapaz depois que o autor do furto indicou quem havia adquirido os produtos. Os dois foram presos em flagrante.
Consta no registro policial que a Polícia Militar foi acionada por um funcionário de um supermercado localizado na Avenida Brasil, que notou que estavam faltando peças de picanha e contrafilé. Ele viu pelas câmeras de segurança a pessoa que tinha praticado o furto.
Com as características do indivíduo, esse funcionário localizou o homem em uma outra loja, onde também já havia "separado alguns produtos na loja". O proprietário do estabelecimento apenas pegou os itens de volta e não quis registrar a tentativa de furto.
O funcionário do supermercado acionou a PM. O rapaz confessou o furto das peças de carne e ainda "indicou quem teria adquirido as três peças de picanha por R$ 100".
Em revista pessoal, os policiais ainda encontraram escova de dente, creme dental, e outros artigos de higiene pessoal. Ele também confessou o furto desses materiais, mas de um hipermercado.
A Polícia Militar foi até a casa do receptador da picanha. O homem disse que havia comprado apenas uma peça, por R$ 50. Os policiais constataram que, inclusive, ele já fazia churrasco com a carne e "entregou a embalagem que estava no lixo".
O autor do furto afirmou também que o outro rapaz já era conhecido por ser receptador, "pois outros furtadores havia indicado seu endereço".
As carnes furtadas foram avaliadas em R$ 305,94 e os artigos de higiene pessoal em R$ 66,35. O autor do furto relatou que é "usuário de cocaína".
Os dois foram presos em flagrante e levados para a Delegacia Participativa, onde a ocorrência foi registrada como furto e receptação.
O delegado de plantão manteve o autor do furto preso. Já o outro rapaz pagou a fiança de R$ 1.000 e foi liberado.
Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário