Páginas

Pesquisar este blog

sábado, 12 de dezembro de 2020

Morre a astróloga e radialista Zora Yonara, aos 91 anos

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentando, área interna e comida

Foto: Arquivo/Agência O Globo
Morreu na tarde desta sexta-feira (11), de pneumonia aguda, Zora Yonara, astróloga que ganhou popularidade no programa de rádio "Show do Antonio Carlos". Há dez dias, Zora estava internada no Hospital Copa D'Or, na Zona Sul do Rio, por conta do problema nos pulmões e não resistiu. Aos 91 anos, ela também apresentava Mal de Alzheimer. Segundo Ricardo Campello, produtor do "Show do Antonio Carlos" na Rádio Tupi, o diagnóstico de Covid-19 foi descartado.
Nascida Creusa Gramacho Carosella, em Vitória (ES), ela era radialista, radioatriz e astróloga. Iniciou a carreira ainda jovem em rádios do Espírito Santo, produzindo programas e participando de radionovelas, como “Minha vida é assim”. Após cursar Astrologia, começou a apresentar-se na rádio como astróloga, e o sucesso chegou quando começou a trabalhar na Rede Globo, no programa “TV Mulher”, em 1982.
O nome artístico Zora Yonara foi sugerido pelo radialista Mário Luiz, ex-diretor da Rádio Globo, que morreu aos 89 anos, em 2009. Zora, em grego, quer dizer “força e coragem”. Yonara era em homenagem à atriz Yoná Magalhães.
A Astrologia surgiu por acaso, quando ela teve de substituir um astrólogo que faltou ao trabalho na Rádio Globo, e o radialista Mário Luiz pediu para ela ler no ar o horóscopo que o astrólogo tinha feito. Zora foi até a Itália, o Egito e outros países atrás de conhecimento, livros e formação sobre os astros.
Posteriormente, passou a ter um quadro no "Show do Antônio Carlos", em que transmitia aos ouvintes informações sobre Astrologia, autoajuda e previsões. Em 2012, foi citada na letra do samba-enredo da escola de samba Acadêmicos de Santa Cruz, que homenageava o programa de rádio.
Em 2018, ela completou 60 anos de carreira, mas não revelava a sua data certa de nascimento. Zora era viúva do italiano Bruno Carosella, morto em 1998.
fonte:/extra.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário