Páginas

Pesquisar este blog

quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

 

Pela primeira vez, Globo contrata uma mulher como narradora esportiva

Renata Silveira tem ESPN Brasil e Fox Sports em seu currículo

Renata Silveira tem ESPN Brasil e Fox Sports em seu currículo
Renata Silveira é a primeira mulher narradora esportiva da Globo - Instagram/@renatasilveirag

TV Globo anunciou a contratação da jornalista Renata Silveira como narradora esportiva na manhã da última segunda-feira (7). Trata-se de um fato histórico, por ela ser a primeira mulher a ocupar a função dentro da emissora. Sua estreia está prevista para 2021.

Renata já tem passagem pela ESPN Brasil e Fox Sports, mas sua contratação na Globo foi a realização de um sonho. "Estou muito feliz com tudo que está acontecendo em tão pouco tempo de carreira", comentou.

A Globo vem aumentando a presença feminina no setor esportivo nos últimos meses. "O espaço para as mulheres vem crescendo bastante. Isso depende de oportunidade, tem muitas mulheres capacitadas para estarem ali, mas às vezes não têm oportunidade", afirmou a jornalista.

Ana Thaís Matos e Renata Mendonça são do time de comentaristas da Globo, enquanto Nadine Bastos foi a primeira mulher a fazer parte da "Central do Apito", programa transmitido pela Globo, Sport TV e Premiere.

"Estamos quebrando várias barreiras e desbravando muitas coisas. Ser uma das primeiras a fazer isso, mostrar que é possível, é muito legal. Confesso que não sabia o tamanho real deste papel", ressaltou Renata.

A jornalista usou suas redes sociais para comemorar o novo emprego e agradecer as oportunidades que teve na ESPN e Fox Sports. "Foi intenso, inesquecível e vou levar tudo para sempre no coração. Mudo de casa com a sensação de trabalho bem feito, com uma angústia no peito de querer ficar, mas ao mesmo tempo muito feliz com essa nova fase", escreveu. 

A jornalista prometeu que continuará se aperfeiçoando em relação à nova atividade. "Uma mulher narrando ainda é uma novidade, minha responsabilidade é muito grande. Vou continuar estudando bastante, como sempre fiz", afirmou. 

CARREIRA
Renata Silveira é formada em Educação Física e pós-graduada em Jornalismo Esportivo. Ela investiu na carreira de comentarista e narradora depois que ganhou um concurso na rádio para narrar jogos da Copa do Mundo em 2014, mas não tinha muitas esperanças. "Pelo fato de nunca ter visto uma mulher narrando, não me imaginava fazendo isso", confessou.

Em 2018, após vencer o concurso "Narra Quem Sabe", do Fox Sports, narrou jogos da Copa do Mundo e, mais tarde, foi contratada. "A rejeição ainda era bem grande. Mas de 2018 para cá, isso mudou. A recepção do público evolui conforme as mulheres ganham espaço", apontou a jornalista.

Em 2020, Silveira estreou como narradora na ESPN Brasil, no comando da Champions League Feminina e integrou uma equipe de transmissão 100% feminina para a final da Copa do Nordeste, no Fox Sports.

Conteúdo: Revista Ana Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário