Páginas

Pesquisar este blog

29/12/20

Santa Casa de PV lança campanha de doação por meio da conta de água

A imagem pode conter: 1 pessoa

(Fotos: Reprodução / Facebook)
A Santa Casa de Presidente Venceslau lançou, na última semana, nova campanha para arrecadar fundos. A unidade registrou aumento significativo no número de pacientes durante este mês e a administração trabalha para manter as contas do hospital equilibradas.
Para participar da campanha, o contribuinte terá que preencher um formulário em que autoriza o débito em sua conta de água e esgoto. Após o preenchimento, será necessário ligar para um dos telefones (18) 3271 - 1124 ou (18) 99186 - 1279 (Whatsapp). Por meio do formulário, o doador permitirá a inclusão mensal de R$ 5, R$ 10, R$ 20 ou de outro valor em sua conta.
A campanha foi lançada por meio das redes sociais do hospital. Em vídeo, o provedor José Luiz Ghizzi e a administradora Susierléia Bonifácio falam sobre a situação financeira da Santa Casa e solicitam o apoio da população venceslauense durante o período de pandemia. “Para a nossa Santa Casa manter toda essa estrutura, para conseguir manter esse hospital ativo nesta pandemia, estamos tendo um gasto em torno de R$ 1,6 milhão, R$ 1,7 milhão. E a nossa receita não chega a R$ 1,3 milhão”, revelou Susi.
A receita de R$ 1,3 milhão citada pela administradora já considera recursos federais, recursos estaduais, recursos de doação, recursos de campanha, recursos de convênio e recursos de consultas particulares. “Quando a gente vem até a população pra falar que precisamos desta ajuda, é porque muitas vezes nós estamos chegando ao nosso limite. Limite de medicamentos, de estoque, de contratação de funcionários. Hoje, estamos vivenciando uma pandemia e tivemos uma dificuldade muito grande para encontrar funcionários para trabalhar. Nossos funcionários estão cansados, nossos médicos estão cansados”, relatou a administradora.
A campanha foi lançada no último dia 18, quando a unidade possuía pelo menos seis pacientes internados. O custo por paciente também foi citado pela administradora durante o vídeo. “A gente fica preocupado porque quando um paciente interna, quando vai pra enfermaria, ele tem um custo em média de R$ 550 por dia. Quando ele passa para a UTI, ele tem um custo diário de R$ 1,8 mil a R$ 2,2 mil. Isso depende do paciente estar intubado ou não”, frisou.
A administradora também lamentou os comentários que minimizam os problemas financeiros enfrentados pela unidade em plena pandemia causada pelo coronavírus. “Quando muitas vezes a gente escuta falar de uma pessoa que não conhece o nosso trabalho, não sabe o que nós estamos fazendo aqui, acho que ela tem que vir conhecer. Precisa entender e não ter essa fala. Estamos aqui trabalhando dia e noite, fazendo campanha e buscando ações para melhoria de atendimento de vocês. Para que o nosso funcionário aqui tenha direito de receber o salário em dia, de receber o 13º em dia, de ter condições de trabalho, EPIs, e a gente conseguir realmente dar um atendimento de qualidade”, comentou.
O provedor José Luiz Ghizzi, recém-eleito para a função, reforçou o pedido de ajuda para a população. “Sabemos que muitos já nos ajudam, mas hoje estamos precisando mais do que nunca dessa participação maior. Através dessa campanha, que está bem exemplificado (no papel mostrado durante o vídeo) e que vai chegar por meio da sua conta de água”, solicitou. (Da Redação)
Integração Regional News

Nenhum comentário:

Postar um comentário