Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Visitantes são flagradas com droga sintética escondida em chinelos na Penitenciária de Presidente Bernardes

Nenhuma descrição de foto disponível.

Fotos: Croeste/Divulgação

Material foi visto por meio de imagens de scanner corporal durante as revistas. Também houve apreensões na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau.
Por G1 Presidente Prudente
Várias porções de drogas foram apreendidas nas penitenciárias de Presidente Bernardes e de Presidente Venceslau, além de pendrives e cartões de memória. Parte do material era o entorpecente sintético conhecido como K4, que estava escondido em chinelos. Os dados foram divulgados pela Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste (Croeste), na manhã desta terça-feira (29).
Na Penitenciária Sílvio Yoshihiko Hinohara, de Presidente Bernardes, foram registradas duas ocorrências de apreensões, no domingo (27). A primeira ocorreu quando a visitante de um sentenciado foi flagrada tentando entrar portando 15 invólucros com entorpecente sintético conhecido como K4. O material ilícito estava dentro dos chinelos utilizados pela mulher e foram vistos por meio de imagens de scanner corporal durante a revista.
No mesmo dia, também durante revista por meio do scanner corporal, outra visitante foi flagrada com oito invólucros de K4 dentro dos seus chinelos.
Foram instaurados procedimentos disciplinares para apurar a participação dos detentos que receberiam os supostos ilícitos. As visitantes e os entorpecentes foram conduzidos à autoridade policial para providências de praxe, além de serem suspensas do rol de visitas.
Também foram duas as ocorrências registradas na Penitenciária Maurício Henrique Guimarães Pereira, a P2 de Presidente Venceslau. No sábado (26), a visitante de um sentenciado passou pelo scanner corporal e foi apresentada uma imagem suspeita na região da pelve. Na ocasião, a mulher foi encaminhada para a Santa Casa para realização do exame de Raios-X, que constatou a presença de um invólucro emborrachado contendo maconha.
A segunda situação foi registrada após os agentes penitenciários identificarem imagem suspeita na região pélvica de uma visitante. Ela, ao ser questionada, admitiu que havia introduzido no canal retal cinco pen drives e dois cartões de memória.
As visitantes e as apreensões foram encaminhadas para a Delegacia da Polícia Civil para as devidas providências. Além disso, foram instaurados procedimentos administrativos para apuração dos fatos. Os detentos foram isolados cautelarmente.

Nenhuma descrição de foto disponível.
Nenhuma descrição de foto disponível.

Fotos: Croeste/Divulgação

Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário