Páginas

Pesquisar este blog

03/01/21

 

Confira 20 dicas e aplicativos para fazer uma renda extra em 2021

A confeiteira Laíse Lopes percebeu a existência de uma demanda sazonal por panetones caseiros
A confeiteira Laíse Lopes percebeu a existência de uma demanda sazonal por panetones caseiros Foto: Divulgação
Pollyanna Brêtas
Foto: Divulgação

Com altas taxas de desemprego no país, renda das famílias em queda e mercado de trabalho instável, um grande contingente de trabalhadores busca fontes alternativas para ganhar dinheiro. A tarefa exige esforço. Para isso, o EXTRA ouviu especialistas e pessoas que conseguiram mapear seus interesses pessoais e colocar em prática ideias criativas, para engrossar o orçamento familiar em tempos de crise.

Além das formas tradicionais, como produção e venda de produtos artesanais e gastronomia, há alternativas que se multiplicaram com negócios nas redes sociais e por meio de aplicativos. Alguns conectam pessoas que oferecem serviços e compartilham bens a outras que estão dispostas a pagar por isso. Entre as opções, há venda de cursos on-line e possibilidade de responder a questionários para ganhar comissões, além cuidar ou passear com animais e fazer propaganda com um painel de LED instalado no carro.


Aplicativo para propaganda em carros de aplicativo
Aplicativo para propaganda em carros de aplicativo Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O gerente de atendimento do Sebrae Rio, Leandro Marinho, avalia que o primeiro desafio é identificar o que fazer, tendo em vista que talvez será necessário sacrificar um pouco seu tempo de descanso para exercer a atividade. Se for interessante e prazerosa, pode-se ter mais chances de sucesso:

— Depois, é importante olhar para o mercado e entender como as outras pessoas estão lidando com os clientes e expondo seus produtos. Como é a entrega?. É possível se diferenciar no mercado, para não ser só mais um? Em seguida, é preciso planejar a produção, calibrar o preço, estudar como o produto e os custos que estão envolvidos. Afinal, tem que dar lucro. Uma dica é usar sua rede de contato para testar e fazer experiências — explica.

A professora Joyce Paz, de 24 anos, decidiu que era hora de ter uma renda extra quando decidiu se casar. Ela não tinha dinheiro para a festa. Por isso, investiu num talento passado de geração a geração e passou a produzir e vender doces. O negócio se tornou sua principal fonte de renda:

— No ano do meu casamento, em 2019, eu não estava conseguindo conciliar o trabalho com o empreendimento. Além disso, eu queria fazer mais cursos, me profissionalizar. Decidi deixar o trabalho de professora para me dedicar à produção de bolos e doces.


Buscar oportunidades

Embora o ano de 2020 tenha sido especialmente complicado em termos de mercado de trabalho e negócios, especialistas dizem que é preciso identificar na crise as oportunidades. A gerente de Produtos Educacionais do Senac-RJ, Eduarda Varela, recomenda que os profissionais se mantenham qualificados e atualizados, para terem um olhar afiado para soluções criativas.

— Com as pessoas mais em casa e festas menores, devido ao coronavírus, há uma tendência em encomendar as comidas prontas. As idas ao salão também são substituídas por cabeleireiros, maquiadores e manicures que atendam em casa. Por isso, é importante que esses profissionais se atualizem de todas as regras de segurança e higiene e as sigam, divulgando as medidas para seus clientes. Como os familiares não devem se reunir durante a pandemia, outra opção interessante são os presentes afetivos que possam ser entregues em domicílio, como cestas de café da manhã ou de artigos de higiene e beleza — diz Eduarda.

Ainda no ramo de festas, profissionais de decoração podem encontrar um mercado interessante, diz ela.

— Muita gente também gosta de começar o novo ano com a casa em ordem. É uma boa oportunidade de mercado para os personal organizers.

Foi o que aconteceu com a confeiteira Laíse Lopes, de 23 anos. Ela já se dedicava à gastronomia e percebeu a existência de uma demanda sazonal por panetones caseiros. A ideia deu certo, e ela recebeu até pedidos de empresas para presentear seus funcionários.

— Só no ano passado (2019), vendi mil panetones. As pessoas começaram a pedir muito para eu ensinar a fazer as receitas. E desenvolvi um curso à distância na pandemia, com 150 alunos, uma delas surda. Eu digo para as pessoas não desistirem dos sonhos, mas pensar como viabilizar esse sonho é um desafio. Na pandemia, muita gente foi demitida e teve que encontrar uma nova fonte de renda ou profissão. O acesso à internet e à informação podem ser grandes aliados — sugere Laíse.

Entrevista: Flávia Coelho, CMO da Mobees, diretor de Marketing

Flávia Lopes
Flávia Lopes Foto: Divulgação

Flávia Lopes Foto: Divulgação

Como é possível ganhar uma renda extra através do Mobees?

A Mobees é uma startup que oferece anúncios em painéis LED inteligentes sobre carros de motoristas de aplicativos. Por meio da Mobees, marcas e agências podem distribuir anúncios digitais programados com base em geolocalização, data, horário, clima entre outras condições para os clientes. A Mobees nasceu para permitir que os motoristas de aplicativos aumentem sua renda de uma forma prática, segura e vantajosa, enquanto circulam. A comissão começa em R$ 250 no primeiro mês e pode chegar a mil reais a partir do quarto mês de parceria.

Quantos motoristas parceiros vocês têm no Rio?

Temos 100 motoristas e com planos para dobrar o número de parceiros, e expandir para outros municípios além da capital, como Niterói, já em janeiro. Além de incluir taxistas.


Como funciona o cadastro e remuneração?

Primeiro o motorista faz um cadastro no nosso site, e depois ele é direcionado para finalizar o perfil no aplicativo. Avaliamos o modelo de carro, a compatibilidade para instalação do equipamento, o ano do veículo para saber de conservação, a nota e a avaliação do aplicativo, os bairros onde ele mais roda e os horários para alinhar com quem está contratando o anúncio. No primeiro mês, ele recebe R$ 250; no segundo, R$ 500; no terceiro, R$ 750; e depois, mil reais. É algo como 30% a mais de renda para um motorista regular de aplicativo. Em média, ele tira algo próximo a R$ 2.500 e R$ 3.000 de renda líquida. A carga horária para exibição do anúncio é de 80 horas de trabalho na quinzena.

Como foi durante a pandemia?

O nosso lançamento estava previsto para 30 de março e resolvemos adiar para julho. Entre dezembro de 2019 a março de 200, selecionamos cem pessoas que seriam as primeiras famílias contempladas. Foi um esforço para alcançar um público diverso, com deficiente auditivo, com uma parcela grande de mulheres, três pessoas da mesma família. Mas veio a pandemia e houve uma queda muito grande de mulheres, porque elas precisaram ficar em casa com os filhos e os idosos que são grupos de risco. E, dos cem que nós tínhamos selecionado, ficamos com 40%. Depois, reestruturamos, e o negócio está funcionando com perspectivas de expansão para 2021.


Veja plataformas e empresas que ajudam a gerar renda extra

IGTI

Se você é alguém que gosta muito de tecnologia, ou tem uma empresa no setor, o IGTI - Instituto de Tecnologia e Gestão da Informação criou um programa de parceiros que pode lhe ajudar a ganhar dinheiro. O programa prevê que os parceiros atuem como influenciadores e falem das ações da escola.

Para participar, é necessário ter uma presença on-line e divulgar as ações promovidas pelo IGTI por meoo de um link exclusivo. Com isso, é possível receber uma bonificação por conversão que varia de 8 a 15% — em um programa de comissão progressiva. Ao todo o IGTI conta com mais de 500 parceiros atualmente, entre alunos, ex-alunos, professores e empresas da área de tecnologia.

Todos têm acesso à uma plataforma exclusiva com conteúdos do IGTI e treinamentos de marketing digital, que incluem aulas de copywriting, técnicas de SEO etc. Além de tudo, é possível acompanhar o processo de indicação e comissionamento em tempo real na plataforma.

Lalamove

Lalamove, plataforma on-line de soluções em entregas que conecta usuários e empresas, oferece possibilidade de renda extras para motoristas parceiros. Com possibilidades para donos de veículos de quatro rodas, como carretos, utilitários, vans e SUVs, a startup atua em diversos municípios dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Olist

Uma forma de renda extra que tem chamado bastante a atenção dos brasileiros são os e-commerces. O Olist é o parceiro que ajuda quem quer montar uma loja virtual em diversas escalas, sendo um acelerador nas vendas.

Olist Shops ajuda quem está na fase inicial do negócio, colocando uma vitrine virtual no ar gratuitamente em menos de três minutos.

Já com o Olist Store, o negócio tem um suporte mais amplo. Essa solução atende todas as etapas do processo comercial, ajudando os vendedores na exposição e na venda dos produtos, partindo de cadastro rápido, análise de competitividade, categorização automática de produtos e geração de etiquetas de postagem, entre outras funções

Helpie

É uma plataforma digital que conecta clientes a prestadores de serviços de qualquer natureza por meio da web ou apps. A Helpie se transformou em uma alternativa de digitalização para profissionais que precisam criar mais oportunidades de negócios no ambiente digital. Em média, cada autônomo cadastrado no app ganha R$ 480 por mês, só com serviços prestados pela plataforma.

Ao todo, mais de 35 mil profissionais já estão na Helpie, gerando renda extra e fidelizando clientes. Além disso, a empresa tem seguro contra acidentes que protegem tanto o profissional quanto o cliente.

Mobees

Mobees é uma startup brasileira que oferece anúncios em painéis LED inteligentes sobre carros de aplicativos. Nasceu para permitir que os motoristas de aplicativos aumentem sua renda de uma forma prática, segura e vantajosa enquanto circulam.

A comissão começa em R$ 250 no primeiro mês e pode chegar a mil reais a partir do quarto mês de parceria. Com atuação no Rio de Janeiro e 20 cidades mapeadas para o crescimento futuro da operação, a empresa prevê chegar a São Paulo em 2021.

SITY Inc

SITY Inc é um novo aplicativo de mobilidade urbana, que fez parceria com o Banco PAN para oferecer taxa zero aos motoristas durante três meses.

Workana

Outra boa opção é se cadastrar na Workana, plataforma que conecta freelancers a empresas da América Latina. O marketplace tem registrado mensalmente cerca de 35 mil novos projetos, ou seja, mais de mil oportunidades por dia aos mais de 3,8 milhões de freelancers inscritos.

Para se cadastrar, não precisa pagar nada. A plataforma oferece trabalhos nas áreas de TI, programação, design, multimídia, tradução, conteúdos, marketing, vendas, finanças, administração, legal (jurídico), administrativo, engenharia e manufatura. Na Workana, é o profissional quem diz o quando vai cobrar por cada trabalho.

Elo7

Quem tem habilidades para fazer produtos criativos e sonha em vendê-los por conta própria numa loja virtual — sem pagar nada para ter sua vitrine virtual — para garantir uma renda extra, pode contar com o Elo7, marketplace de produtos. A plataforma, que tem mais de 130 mil vendedores ativos e mais de 24 milhões de visitantes por mês, além de reunir gratuitamente em um mesmo lugar vendedores que querem expor suas mercadorias e potenciais consumidores, tem também uma preocupação de fomentar o mercado criativo, dando suporte aos micro, pequenos e médios empreendedores.

O Elo7 os ajuda a começar seu próprio negócio, ensinando como criar estratégias de marketing — com dicas mensais sobre como aproveitar cada uma das datas comemorativas — e fornecendo informações diariamente — por meio de lives, redes sociais e blogs para ajudá-los a acompanhar as novidades do setor e a seguir as tendências.

iZettle

A fintech sueca de gestão e meios de pagamento oferece o Programa de Representação Comercial, uma oportunidade de renda extra que pode chegar a R$ 15 mil por mês, de acordo com o desempenho do vendedor.

Para se tornar um representante, não é necessário ter experiência com vendas de equipamentos de pagamento nem realizar um investimento inicial. É preciso ter um CNPJ, podendo ser até MEI, pois para que o representante receba a comissão é imprescindível a emissão de nota fiscal de serviço.

Além disso, é necessário o preenchimento do formulário disponível no site. Todo novo membro do programa passa por um treinamento por videoconferência, realizado ao vivo, para esclarecer as funcionalidades do app iZettle Go (ferramenta gratuita de gestão de negócios), a utilização das maquininhas e as melhores estratégias de vendas on-line ou não.


Confira outras dicas

Venda doces

Se existe uma área que nunca deixa de ter demanda, é a gastronomia. Aperfeiçoe suas receitas e comece a pedir avaliações aos conhecidos. Ofereça uma prova gratuita para cativar o público e convencê-lo a comprar mais.

Trabalhos de costura

Serviços de costura e ajustes de roupas são sempre úteis. Se esse é o seu dom, comece a oferecer pequenos consertos aos conhecidos até que se torne uma referência na área.


Venda de usados

Se você tem objetos e roupas em bom estado, que não usa mais, é possível fazer um dinheiro extra vendendo essas peças. Crie um brechó próprio, no seu quintal, ou reúna os itens para vender lojas especializadas, inclusive em sites como o Enjoei.

Aulas particulares

Aproveite para compartilhar seu conhecimento. O que você sabe hoje pode ser útil para alguém.

Entregas

Com moto ou de bicicleta, é possível se cadastrar em aplicativos de serviços de entrega de comida, documentos e itens de supermercado, entre outros.

Lojas virtuais

Lojas virtuais ganharam muito espaço, e há opções tanto para quem quer vender pelas redes sociais, como plataformas específicas para pequenos vendedores, como Mercado Livre, OLX e Enjoei.

Passeio com animais

Gosta de bichos? Então, se ofereça para passear ou cuidar deles por um período.

Artesanato

Para quem tem facilidade com trabalhos manuais, ganhar um dinheiro extra é mais fácil do que se imagina. Crie objetos para serem vendidos a amigos, conhecidos ou via internet.

Trabalho como redator

Cada vez mais, marcas e empresas precisam de conteúdo de qualidade para se comunicar com sua audiência. Quem escreve bem pode oferecer seus serviços para algum blog ou site. Algumas plataformas, como Workana e 99Freelas, são dedicadas em conectar os redatores com contratantes.

Tradução de textos

Quem domina uma língua estrangeira tem nas traduções uma alternativa para aumentar a renda. Fixe seu preço e crie anúncios na internet sobre o seu trabalho, em redes sociais e em sites de oferta de trabalho freelancer, como os já citados Workana e 99Freelas.

Quentinhas

Muitas famílias estão se dedicando a produzir, vender e entregar quentinhas com pedidos feitos pelo WhatsApp ou por telefone. Com as famílias passando mais tempo em casa e com menos horários livres para cozinhar por causa do trabalho e do cuidado com a casa e as crianças, muitas pessoas estão optando por pedir refeições caseiras prontas em seu bairro.

fonte:extra.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário