Páginas

Pesquisar este blog

quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Cuidado com a saúde mental e emocional!

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Foto: Freepik

Psicólogo lembra da importância de, especialmente durante uma pandemia, não deixar de buscar a ajuda de um profissional para casos como de ansiedade e depressão
Saúde & Bem Estar - GABRIEL BUOSI O Imparcial de Presidente Prudente
Cuidar da saúde mental e emocional é o objetivo do Janeiro Branco, movimento que chama a atenção das pessoas para uma reflexão de suas vidas pessoais, suas emoções e nos seus sentidos existenciais. De acordo com o psicólogo Guilherme Monteiro, a campanha vem justamente no primeiro mês do ano, pois é quando a população está ainda mais propensa a pensar nessas áreas da vida. “Antes da pandemia, o Brasil era o país mais ansioso do mundo, hoje os números quase dobraram em relação não apenas à ansiedade, mas também à depressão e problemas relacionados à família e ao financeiro. Estes vêm ganhando destaque nas demandas atendidas por profissionais de psicologia”, aponta o profissional. Para quem busca por ajuda, o “Projeto Psicólogos Online” oferece suporte gratuito (veja o box).
Guilherme ressalta ainda que a importância de discutir assuntos relacionados à saúde mental frente à pandemia é a de rever a necessidade do autocuidado, já que no isolamento social a procrastinação aumenta, e, assim como um quadro em branco, janeiro pode representar a reestruturação de uma nova história, “e por que não cuidar da saúde mental sem sair de casa?”.
Neste contexto, questionado sobre a importância da busca por um profissional, o psicólogo ressalta que, em tempos de pandemia, o autocuidado vem sendo um dos assuntos mais comentados do mundo nas redes sociais, porém, afirma que o autocuidado vai além de uma hidratação de cabelo e pele ou alimentação mais saudável. As pessoas se esquecem de cuidar do seu emocional. “Quando estamos com dor de dente, procuramos o dentista, e por que quando estamos com problemas relacionados à saúde mental e emocional não procuramos um profissional qualificado?”.
Emocional da pandemia
O medo constante não apenas da doença em si, mas o acúmulo de preocupações, como, por exemplo, perder o emprego, pode gerar, além de sintomas de ansiedade, ataques de pânico e depressão, o desenvolvimento até mesmo de pensamentos suicidas. “Por isso a importância de um acompanhamento por um profissional em saúde mental é de grande importância neste contexto”.
Consultas virtuais funcionam?
E muito! As consultas online têm os mesmos efeitos de uma sessão de psicoterapia presencial, segundo Guilherme, sendo que a diferença é que a pessoa precisa procurar um ambiente tranquilo no qual tenha um momento só para ela, além também de diminuir os riscos relacionados ao vírus da Covid-19. “O motivo que faz com que as pessoas não procurem por serviços de psicologia vem de vários aspectos, por exemplo, um aspecto social no qual existe a famosa frase: ‘psicólogos são apenas para loucos’ ou ‘terapia é muito cara’”.
Ele ressalta que psicólogos não cuidam apenas de pessoas com problemas e doenças mentais, já que o profissional da psicologia é responsável por reorganizar a rotina, tornando mais natural e mais leve o dia a dia.
Oportunidade gratuita
E se o problema for valor de consulta, Guilherme lembra que coordena um projeto chamado “Psicólogos Online”. Trata-se de uma equipe de 40 psicólogos disponíveis para o atendimento online e gratuito, sendo que, para se inscrever, basta acessar o formulário de inscrição (aponte o celular para o QR Code desta matéria, ou acesso o Instagram @ppsicologosonline). Após fazer o cadastro, a pessoa poderá realizar três sessões de acolhimento psicológico. O serviço também pode ser procurado por meio do telefone: (18) 997961605.

Nenhum comentário:

Postar um comentário