Páginas

Pesquisar este blog

18/01/21

Duda Reis relembra ameaças de morte de Nego do Borel; cantor nega e pede perdão à ex

 


Após o assunto ter repercutido ao longo de toda a semana, Duda Reis e Nego do Borel comentaram sobre o fim do relacionamento e as denúncias que a atriz fez contra o funkeiro neste domingo (17), alegando ter sido agredida, estuprada e ameaçada pelo ex-noivo.  

Em entrevista ao ‘Fantástico”, a modelo descreveu as agressões e ameaças que alega ter recebido: “Eu estava topada e ele vinha ter relação comigo, eu não tinha consciência. Eu não tinha consciência. Às vezes, a gente acha que estupro é a pessoa te pegar e sair arrastando. Mas não. Quando tive essa consciência, eu fiquei muito mal. Passei e me submeti a muitas coisas quieta, o que é pior”, ressaltou, pontuando que antes não conseguia falar sobre o assunto por estar em uma relação abusiva. 

“’Vai tomar no c*, vai se f*, vagabunda’. Ele quebrava as coisas da casa, quebrou uma porta no meio com cabeçada. Ele dizia que quebrava as coisas para não me quebrar. Ele me chutava e fiquei roxa na canela”, afirma a atriz, que participou de “Malhação”, na Rede Globo. 

Duda ainda defendeu que tem testemunhas sobre as agressões que alega ter sofrido, relembrando o primeiro suposto episódio: “A primeira agressão que eu lembro e tenho várias testemunhas foi no aniversário dele. Ele veio em cima de mim e me jogou em cima de várias cadeiras. Ele vinha em cima de mim, quebrava as coisas em casa e falava: ‘eu estou quebrando para não quebrar você’. Teve um episódio em que ele conseguiu quebrar uma porta no meio dando uma cabeçada para não me quebrar. Ele dizia isso”, ressaltou. 

O programa dominical procurou por Nego do Borel, que se defendeu negando as acusações e pediu perdão a ex-noiva: “Estupro é muito sério. Não houve sexo sem consentimento. Isso é mentira, não sei porque ela está inventando isso. Não diminuía ela como mulher. Sempre fui amigo da Duda. Falava que ela era linda. A gente discutia de igual pra igual como um casal qualquer. Uma vez, a gente estava no quarto, o videogame escapou da minha mão e quebrou minha TV. Não vou quebrar minha TV cara pra caramba!”, defendeu.  

Sobre a traição, o cantor confirmou as acusações, pedindo perdão para a atriz, com quem noivou no ano passado: “Eu traí, assumo meu erro e peço perdão a Duda”, ressaltou. 

Duda ainda defendeu que o funkeiro ameaçava matar seus pais e a afastou completamente da família. “Por que não denunciava? Era dependente da pessoa, sofria ameaça de morte. Ele dizia que ia matar minha família se eu não colaborasse. Ele sempre reforçou que eu era dele e de mais ninguém. Me arrependo muito de perder esses vínculos”, lamentou. 

Swellen Sauer, ex-namorada e ex-assessora de Nego do Borel também denunciou agressões que sofreu por parte do cantor e chorou ao explicar por que não o denunciou antes. “Eu pensava muito no trabalho, isso me deixava muito confusa. As pessoas duvidam muito da gente. Eu entendo por que muitas vezes a gente não fala”, disse. 

Entenda o caso 

Nego do Borel e Duda Reis ficaram juntos durante cerca de três anos e, com o fim do relacionamento em dezembro último, ela descobriu traições do cantor, que assumiu publicamente ter tido um caso com a youtuber Lisa Barcelos. 

Em seguida, Duda relembrou o relacionamento conturbado que viveu com o cantor. Em uma crise de choro nas redes sociais, ela disse que vivia um relacionamento abusivo e expôs mais uma traição do funkeiro. A modelo ainda citou momentos de agressividade envolvendo o ex-noivo e demonstrou alívio por ter conseguido se livrar da relação. 

Na quinta-feira (14), a influenciadora registrou um boletim de ocorrência contra o músico. No depoimento à polícia na Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, ela disse que encontrou um fuzil e a quantia de R$ 2 milhões em dinheiro na casa do artista. Ela também afirmou às autoridades que chegou a ser dopada com remédios e estuprada pelo ex-noivo. Ela o acusa de estupro, ameaça, agressão, transmissão de HPV e violência doméstica. 

O cantor também registrou um B.O. contra a ex-noiva por injúria, calúnia e difamação na 42ª Delegacia Policial do Rio de Janeiro, e acionou a Justiça contra a ex. Ele pede uma indenização de R$ 45 mil por danos morais –ele é acusado de estupro e agressão. 

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário