Páginas

Pesquisar este blog

19/01/21

Polícia Militar Rodoviária recupera caminhão roubado em Indiana

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre

Foto: Polícia Militar Rodoviária

Motorista foi rendido por bandidos em um restaurante em Taciba. Carga não foi localizada.
Por G1 Presidente Prudente
A Polícia Militar Rodoviária recuperou, em Indiana, um caminhão trator com semirreboques que havia sido roubado. A carga do veículo não foi localizada. A ocorrência teve início no fim da tarde deste domingo (17) com desfecho na madrugada desta segunda-feira (18).
O Policiamento Rodoviário recebeu informações de que os ocupantes de um caminhão trator de cor escura, tracionando dois semirreboques, abandonaram alguns objetos (lona e rádio PX) na via e saíram correndo.
A equipe começou o patrulhamento e conseguiu localizar o veículo descrito na denúncia abandonado pela Rua Fernando Costa, em Indiana.
Os policiais entraram em contato por telefone com a proprietária do veículo, a qual informou que o caminhão estava desaparecido há várias horas e não conseguia contato com o condutor. Ainda durante a diligência, a equipe policial recebeu informação via Copom de que um motorista possivelmente havia sido vítima de roubo e foi encontrado na cidade de Presidente Prudente.
O condutor foi encaminhado até o local onde estava o veículo e alegou aos militares que no último sábado (16) dormiu em um restaurante, em Taciba, e por volta das 7h foi surpreendido por dois homens, um deles armado com uma pistola, que anunciaram o roubo. O motorista foi colocado deitado no assoalho da cabine.
Ele foi liberado posteriormente e a carga do caminhão foi subtraída.
Conforme a polícia, o veículo estava carregado de produtos descartáveis (copos e pratos), bobinas galvanizadas e arame PVC.
A ocorrência foi registrada na Delegacia da Polícia Civil em Indiana. O condutor foi qualificado e posteriormente liberado juntamente com o conjunto de veículos.
O conjunto de veículos, com placas de Realeza (PR), foi restituído ao proprietário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário