Páginas

Pesquisar este blog

sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Testes clínicos indicam que é eficaz coquetel da Regeneron contra covid-19

 

Divulgação/Regeneron

A farmacêutica norte-americana Regeneron anunciou avanço nas pesquisas com o coquetel de anticorpos conhecidos como casirivimab e imdevimab em pacientes internados com covid-19 que precisam de aparelhos de oxigênio de baixo fluxo. Os resultados divulgados nessa 4ª feira (30.dez.2020) mostram que, depois de uma semana recebendo o tratamento, o risco de morte ou de necessidade da ventilação mecânica caiu pela metade.

Essa é a combinação de medicamentos que o presidente norte-americano, Donald Trump, recebeu quando foi hospitalizado com a covid-19, em outubro. O coquetel já é distribuído pelo governo dos EUA, que assinou um contrato para compra de 300.000 doses. O laboratório AstraZeneca também testa uma combinação de anticorpos de longa ação conhecida como AZD7442.

Os dados dos testes clínicos apresentados pela Regeneron ainda são preliminares. O estudo focou em pacientes cujo organismo ainda não apresenta resposta imune ao coronavírus, o que sugere que são mais sucetíveis à infecção. Nesses casos, a média diária de carga viral foi reduzia.

“Esses resultados preliminares em pacientes hospitalizados, bem como os dados do ensaio ambulatorial previamente anunciados, indicam que os anticorpos produzidos pela própria resposta imunológica de um paciente são importantes para controlar a infecção por covid-19”, disse o Dr. George Yancopoulos, presidente e diretor científico da Regeneron.

“Neste estudo, pacientes que ainda não tinham desenvolvido sua própria resposta imunológica tinham cargas virais muito maiores e resultados clínicos muito piores; por exemplo, no grupo de placebo, pacientes seronegativos tinham quase 3 vezes mais probabilidade de morrer em comparação com pacientes soropositivos”, completou.

Poder360

Nenhum comentário:

Postar um comentário