Páginas

Pesquisar este blog

07/01/21

Vacina na rede privada não pode enfraquecer SUS

 



CLÍNICAS PARTICULARES BRASILEIRAS ESTÃO NEGOCIANDO A COMPRA DE DOSES DA VACINA CONTRA A COVID-19 DIRETO COM OS FORNECEDORES.  UM GRUPO REPRESENTADO PELA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CLÍNICAS E VACINAS ESTÁ NA ÍNDIA, NEGOCIANDO COM O LABORATÓRIO BHARAT BIOTECH A COMPRA DE CINCO MILHÕES DE DOSES DA COVAXIM.  A VACINA JÁ FOI APROVADA PELO GOVERNO INDIANO, MAS AINDA NÃO TEM O AVAL DA ANVISA PARA SER APLICADA AQUI NO BRASIL. ALIÁS, A VACINAÇÃO AQUI NO PAÍS AINDA SEGUE EM PREVISÃO.  A MEDIDA DAS EMPRESAS PRIVADAS DE VACINAÇÃO PODE TRAZER ALGUNS PROBLEMAS PARA A SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL.  QUEM AFIRMA É A ESPECIALISTA EM EPIDEMIOLOGIA, ETHEL MACIEL.

AINDA NÃO SE SABE QUANTO VAI CUSTAR A DOSE DA VACINA PARTICULAR.  A PREVISÃO DOS EMPRESÁRIOS É QUE A VENDA COMECE A PARTIR DA SEGUNDA QUINZENA DE MARÇO.  ATÉ O MOMENTO, 45 PAÍSES JÁ INICIARAM A IMUNIZAÇÃO CONTRA A COVID-19.  POR AQUI, A FIOCRUZ, QUE PRODUZ A VACINA DE OXFORD EM PARCERIA COM A FARMACÊUTICA ASTRAZENECA, DEVE ENTRAR COM O PEDIDO DE USO EMERGENCIAL DAS DOSES NA PRÓXIMA SEMANA.  A ANVISA JÁ LIBEROU A IMPORTAÇÃO DE DOIS MILHÕES DE DOSES DO IMUNIZANTE. O INSTITUTO BUTANTAN ESTÁ CONCLUINDO A FASE DE TESTES DA CORONAVAC, PRODUZIDO EM PARCERIA COM A FARMACÊUTICA SINOVAC.  ENQUANTO O MINISTÉRIO DA SAÚDE NÃO APRESENTA UM PLANO DE VACINAÇÃO NACIONAL, NO ESTADO DE SÃO PAULO, O GOVERNADOR JOÃO DÓRIA APRESENTOU UM PLANO ESTADUAL QUE PRETENDE INICIAR A IMUNIZAÇÃO JÁ NO PRÓXIMO DIA 25.


Nenhum comentário:

Postar um comentário