Páginas

Pesquisar este blog

18/02/21

Cortar carboidratos à noite é ineficaz e leva ao mal humor

 

Pixabay


Um dos grandes mitos das dietas é que cortar carboidratos no período noturno leva à perda de peso. No entanto, a nutricionista Elaine de Pádua afirma que a retirada de carboidrato à noite não possui embasamento científico necessário para ser considerado verdadeiro.

“Quando há a eliminação do carboidrato, os estoques de glicogênio se esvaziam. A glicose puxa água e, sem ela, o corpo perde líquidos e a pessoa acha que perdeu peso, mas na verdade ela liberou somente água”, diz a especialista.

A fala da especialista é embasada por um estudo feito com policiais obesos em Israel. Nele, foi analisado o impacto do horário de cortar carboidratos em uma dieta para emagrecimento. Um grupo consumiu grande parte dos carboidratos da dieta à noite, e o outro tinha uma dieta equilibrada de dia. Assim, a diferença de emagrecimento entre os dois grupos testados foi quase mínima — indicação que reforça a ideia de que o período da ingestão de carboidratos não influencia na rapidez da dieta.

Outro alerta é relativo ao treino, principalmente para os atletas. A nutricionista esclarece que não é recomendado retirar os carboidratos das refeições pré-treinos. “Os atletas ficam sem energia para treinar. Além disso, esse tipo de restrição pode gerar compulsão no dia seguinte”, pontua a profissional.

Mal humorado?

O corte no consumo de carboidratos ainda pode ter um efeito muito importante para nossa vida. Segundo estudo da Commonwealth Scientific and Industrial Research Organization, em Adelaide, Austrália, ele pode te deixar de mal humor.

A pesquisa submeteu 106 adultos obesos a dietas pobres em carboidratos e ricas em gorduras e a regimes com pouca quantidade de alimentos gordurosos e ricos em carboidratos por um ano. Depois das primeiras oito semanas, os testes mostraram que os voluntários que haviam se submetido a uma alimentação repleta de carboidratos haviam relatado uma melhora de humor.

A dificuldade de aderir a um plano alimentar pobre em carboidratos em uma sociedade que privilegia o consumo de massas e pães, como a ocidental, é uma das possíveis explicações para os resultados revelados pela pesquisa.

Alternativa para o corte de carboidratos

Existem diversas dietas em que há uma queda no consumo de carboidratos, mas que não são, necessariamente, baseadas na falta do consumo deles. Entre elas, a que ganha mais destaque na atualidade é a cetogênica, exigindo uma baixa ingestão de calorias (hipocalórica). “Lipídios e proteínas estão liberados e não há restrição quanto ao período de ingestão”, comenta a nutricionista Elaine.

Nenhum comentário:

Postar um comentário